Gravidez de risco - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - gravidez de risco

Jeuri Vargas

Jeuri Vargas

Ginecologista

São Paulo

Arthur Andrade Alves

Arthur Andrade Alves

Ginecologista

Governador Valadares

Patrícia Schmitz

Patrícia Schmitz

Ginecologista

Salvador

Rafaela Teixeira Freitas

Rafaela Teixeira Freitas

Ginecologista

Belo Horizonte

Joao Vitor Torres

Joao Vitor Torres

Ginecologista

Serra Talhada

Givago Furtado

Givago Furtado

Ginecologista

Castanhal

Perguntas sobre Gravidez de risco

Nossos especialistas responderam a 66 perguntas sobre Gravidez de risco

OLÁ

ASSIM COMO PARA VOCÊ NADA ACONTECEU, O FETO, POR SUA VEZ, TAMBÉM ESTÁ BEM. PERCEBER MOVIMENTAÇÃO FETAL É UMA OPÇÃO DE AVALIAR BEM ESTAR DO BEBÊ.

O seguimento seriado não tem valor clínico como predição de trabalho de parto pré-termo. O seguimento pré-natal adequado com tratamento direcionado trará melhores resultados.

Especialistas falam sobre Gravidez de risco

As doenças que mais frequentemente causam uma Gravidez de Risco em nosso meio são a Hipertensão arterial (pressão alta) e o Diabetes. Estas 2 doenças estão diretamente relacionadas com o sobrepeso ou obesidade materna, além do ganho de peso exagerado anormal durante a gravidez. A melhor forma então, de tentar prevenir/evitar estas patologias seria planejar antecipadamente a gestação e passar em consulta médica pre-gestacional, procurar uma nutricionista para adequação do peso corporal e manter uma dieta saudável aliada a prática de atividade física já anteriormente a gestação.

Roberto Buenfil De Faria

Ginecologista

São Paulo


Classificamos habitualmente o acompanhamento da gestante como Pré Natal de baixo risco ou de alto risco. É importante observar que toda gestante deve ser acompanhada por profissional habilitado pois não existe " Pré Natal sem risco". Um bom acompanhamento é essencial para a saúde da mãe e do bebê. Consideramos gestação de alto risco qualquer alteração da mãe ou do bebê que necessite de maior cuidado. Causas mais comuns são: Pressão Arterial alta, Diabetes Mellitus, Miomas uterinos, Asma, doenças da coagulação, doenças da tireóide, gestação gemelar entre outras.

A morbimortalidade materna e perinatal continuam ainda muito elevadas no Brasil, incompatíveis com o atual nível de desenvolvimento econômico e social do País. Sabe-se que a maioria das mortes e complicações que surgem durante a gravidez, parto e puerpério são preveníveis. Fazemos o pré-natal e o parto de gestante de alto risco.

Tadeu Batista Pereira De Carvalho

Ginecologista

Goiânia


É aquela gestação na qual a gestante apresenta alguma doença ou condição de saúde que demande uma atenção diferenciada, com informações, exames e cuidados além daqueles de rotina. Você encontrará um profissional sempre atualizado com os profissionais de ponta em todo o mundo, de forma que os tratamentos sempre serão os melhores disponíveis.

Gravidez de alto risco é quando as taxas de complicações como aumento da pressão, eclampsia, diabetes, trabalho de parto prematuro e outras, são maiores para aquela gestante. Não significa que a mulher terá complicações, mas devido a chance aumentada delas acontecerem a gestação e parto devem ser acompanhadas de uma forma diferente das outras mulheres.

Barbara Reis Fernandes De Carvalho

Ginecologista

Rio de Janeiro


A gravidez é considerada de risco quando há alguma doença materna, fetal ou placentária associada. Fiz residência médica no Hospital da Clínicas da USP e atualmente sou médica visitadora da enfermaria semi intensiva do Hospital e Maternidade Santa Joana onde são tratadas apenas casos graves de gestantes com pressão alta, diabetes gestacional, placenta prévia, acreta, percreta, insuficiência placentária, colo curto, incompetência istmo cervical, pacientes que tiveram perdas gestacionais anteriores e por isso tenho experiência com esses casos de maior complexidade, que requerem atenção e cuidado para que tenhamos um bebê e mãe saudáveis ao final da gestação.

Yzabel Basílio

Ginecologista

São Paulo


Gestação associada a doença materna prévia a gravidez , como p. ex. hipertensão arterial crônica , ou a doenças e complicações inerentes a própria gestação , como diabetes gestacional , restrição de crescimento fetal, etc...

Roberta Arilla Bocchi

Ginecologista

São Paulo


A gestação pode ser de risco porque a mulher já possui alguma doença de base OU tornar-se uma gestação de risco porque já grávida, a mulher desenvolve alguma patologia. Ambos os tipos devem ser seguidos por um obstetra especializado em alto risco para adequado acompanhamento materno fetal. Além de ter conhecimento técnico no tratamento de doenças maternas, tenho especialização em medicina fetal, ultrassom fetal.

Isabel Botelho

Ginecologista

São Paulo


A gestação de alto risco acontece quando a saúde do bebê e da mãe possuem mais chances de serem atingidas, se comparadas com a maioria das gestações, sendo influenciados por diversos fatores que podem ser pré-existentes ou identificados durante o pré-natal. No pré-natal de alto risco, cabe à equipe médica acompanhar a evolução da gravidez e estabelecer condutas para tentar controlar influência dos fatores e garantir uma gravidez mais segura e saudável para a mãe e o bebê.

Fernanda Pacheco Dresch

Ginecologista

Porto Alegre

Quais profissionais tratam Gravidez de risco?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.