Doenças auto-imunes - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - doenças auto-imunes

Amanda Donner Maliki

Amanda Donner Maliki

Pediatra, Reumatologista

Rio de Janeiro

Sergey Lerner

Sergey Lerner

Reumatologista

Curitiba

Leonardo Guimarães Carvalho

Leonardo Guimarães Carvalho

Reumatologista

Rio Verde

Joao de Jesus da Costa e Silva

Joao de Jesus da Costa e Silva

Reumatologista

Belém

José Abrantes Sarmento Filho

José Abrantes Sarmento Filho

Reumatologista, Médico clínico geral

Eusébio

Thiago Cezar Rocha Azevedo

Thiago Cezar Rocha Azevedo

Médico clínico geral

Recife

Perguntas sobre Doenças auto-imunes

Nossos especialistas responderam a 54 perguntas sobre Doenças auto-imunes

Bom dia !!
Médico clínico geral, médico de família ou ginecologista.
Melhoras !
1 respostas

Olá ! A Sindrome de Sjogren é uma doença sistemica, ou seja, pode acometer vários órgãos do corpo. Os locais mais acometidos são as glandulas salivares e lacrimais, mas é possível acometimento…
2 respostas

O principal especialista que trata pênfigo e outras doenças bolhosas é o dermatologista. Em muitos casos, pode ser necessário acompanhamento multidisciplinar, com outros profissionais como oftalmologistas…
1 respostas

Especialistas falam sobre Doenças Auto-Imunes

As doenças auto-imunes são causadas pela desregulação do sistema imunológico que, ao perder a capacidade de reconhecer o que é próprio ao organismo da pessoa, começa a "ataca-lo", causando inflamação nas articulações e em vários órgãos e sistemas. Geralmente são doenças crônicas, potencialmente deformantes e causadoras de graves desarranjos na saúde do indivíduo. Podem, entretanto, ser manejadas com medicações imunomoduladoras e/ou imunossupressoras capazes de controlar o processo inflamatório crônico. O reumatologista é o médico treinado para fazer o diagnóstico, tratar e acompanhar as pessoas que desenvolvem essas doenças.

Leandro Crispim De Oliveira Lacerda

Reumatologista, Médico clínico geral, Intensivista

Brasília

Agendar uma visita

A nutrição tem exercido um papel relevante, tanto no desenvolvimento como na alteração do percurso dessas doenças. O estado nutricional é um importante fator para o equilíbrio do sistema imunitário. Uma alimentação adequada pode ser um fator essencial para melhorar o prognóstico, além de auxiliar na prevenção de infecções e na regressão de comorbidades associadas ao quadro.

Carolina Borba

Nutricionista, Terapeuta complementar

Campinas

Agendar uma visita

As doenças autoimunes são reumatismos causados pelo próprio sistema imunológico, que passa a "atacar" as estruturas do próprio organismo. Apesar da base ser a mesma, cada caso é exclusivo em suas manifestações. A análise detalhada da história é importantíssima. Em seguida, deve ser realizado exame físico minucioso em busca de evidências que fortaleçam as hipóteses diagnósticos. Finalmente, estabeceremos o diagnóstico com análise de exames complementares. Está com dúvidas sobre doença autoimune? Ainda não foi estabelecido um diagnóstico definitivo? Procurando novas opções terapêuticas? Quer reduzir o número de medicamentos utilizados? Venha conversar conosco.

Otávio Augusto Gomes Da Paz

Reumatologista, Especialista em dor, Internista

Belém do Pará

Agendar uma visita

Nas doenças autoimunes a alimentação é extremamente importante. O cuidado individualizado, reconhecer quais são os alimentos tóxicos para cada pessoa, diminuir a cascata inflamatória e orientar o paciente sobre quais alimentos são seguros p/ incluir em sua alimentação, são pontos fundamentais no acompanhamento nutricional.

Lívia Gomes

Nutricionista

Petrolina

Quais profissionais tratam Doenças auto-imunes?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.