Lesões no pênis - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que são lesões no pênis?

Apesar da sua localização externa, a mobilidade e a elasticidade raramente ocorrem para explicar uma lesão no pênis. No entanto, o pênis é um órgão que pode ser ferido durante a atividade sexual ( corpo cavernoso) ou por agentes externos (assaltos, facas ou armas de fogo, remoção de mordida, ou amputação). A lesão ou trauma no pênis pode ser acidental ou deliberada. A lesão deliberada do pênis são especialmente ações violentas realizadas pelo indivíduo ou por um parceiro sexual. As lesões mais comuns são:

  • Reutura do freio
  • Amputação de pênis
  • Fratura do pênis.

Ruptura do freio

Esta situação ocorre durante a relação sexual, no qual um freio curto e apertado é rasgado completamente ou parcialmente, causando dor e até sangramento notável. O tratamento consiste em suturas cirúrgicas (a operação também serve para alongar o freio), sob anestesia local, pode comprimir e ocluir a área até que isso ocorra.

Fratura do pênis

Fratura do pênis ocorre quando uma força é aplicada em estado anormal tangencial de ereção (geralmente durante a relação sexual, quando o casal é colocado em cima montado). Essa fratura é uma ruptura da túnica albugínea, uma fina camada fibrosa que circunda os corpos cavernosos (dois cilindros de tecido que a casa erétil do pênis). A maioria dos casos (75%) ocorrem em um corpo cavernoso, 25% afetam ambos os lados, e 10%, a lesão se estende para a uretra.

Quais são os sintomas de fratura peniana?

  • Um estalido, seguido de perda de ereção
  • Dor
  • Hematoma na região, afetando todo o pênis em sua raiz
  • Se a uretra está danificada, pode ocorrer sangramento, aparecendo para o (abertura externa da uretra) meato.

  Ultra-som (7 Mhz sonda) é usado para examinar a integridade da camada albugínea, quando existe também hematoma. A menor dúvida,  o diagnóstico deve ser feito por um teste que através da introdução de contraste no corpo cavernoso,  determina a integridade da albugínea e corpo cavernoso, ou quantifica a extensão da lesão.

Se suspeitar de danos à uretra, deve se fazer um exame de contraste para verificar seu status (urethrogram).

Como é a tratada a fratura peniana?

É importante consultar um urologista imediatamente. Este problema exige cirurgia na maioria dos casos, para suturar o rasgo. No entanto, muito ocasionalmente, podem ser tratados conservadoramente com repouso, anti-inflamatórios e gelo (sempre coberto com um pano antes de aplicar sobre a pele para evitar queimaduras), embora a possibilidade de seqüelas (incurvações, disfunção erétil , etc.) seja maior.

Quando a uretra não está danificada, passamos a drenar qualquer acúmulo de sangue (hematoma) e reparar o tecido danificado do corpo cavernoso e da túnica. Tratamento cirúrgico produz resultados satisfatórios em cerca de 80% dos pacientes, em repouso, pois a dor e deformidade residual podem causar dificuldades na relação sexual. Todas as lesões da uretra devem ser reparadas, mas o estreitamento uretral (estreitamento) ocorre a longo prazo em 20% dos casos após a cirurgia.

Amputação de pênis

Amputação traumática de parte ou de todo o pénis é muitas vezes associada a transtornos psiquiátricos de raiva, ou ciúme. O sangramento pode ser importante, uma ameaça à vida, especialmente quando a amputação ocorre com o pênis ereto. O objetivo da cirurgia é restaurar o comprimento do membro e suas várias funções. Se temos uma seção inteira do pênis, deve-se notar que a preservação adequada do órgão amputado (colocação de limpeza, em um saco plástico estéril e coberta de gelo) para tornar o reimplante viável, mesmo após 24 h do evento, observando os melhores resultados com técnicas de microcirurgia.

Especialistas em lesões no pênis

Encontre um especialista em Lesões no pênis na sua cidade:
Jorge Percy A. Jerez

Jorge Percy A. Jerez

Urologista

Nova Iguaçu

Vinicius Rubin

Vinicius Rubin

Urologista

Chapecó

Antônio Roberto Chaves

Antônio Roberto Chaves

Urologista

Teresina

Alessandro Rossol

Alessandro Rossol

Urologista

Porto Alegre

Jose Braz Filho

Jose Braz Filho

Urologista

São Bernardo do Campo

Ricardo de Almeida

Ricardo de Almeida

Urologista

Rio de Janeiro

Perguntas sobre Lesões no pênis

Nossos especialistas responderam a 481 perguntas sobre Lesões no pênis

Especialistas falam sobre Lesões no pênis

Das lesões penianas, a mais temida sem dúvida é o câncer de pênis. A falta de higiene é um dos principais fatores predisponentes para o desenvolvimento desta patologia. Quando não há higiene adequada da região sob o prepúcio, a secreção denominada smegma, que está presente naturalmente no seu interior, como um agente lubrificante, pode se transformar em um foco de infecção e evoluir para um câncer. A manifestação clínica mais comum é uma ferida ou úlcera persistente ou uma tumoração localizada na glande, no prepúcio ou no corpo do pênis.Homens que não foram operados da fimose possuem maior probabilidade de desenvolver a doença. O HPV pode estar relacionado com o câncer em 30-50% dos casos.

As lesões que surgem no pênis geralmente preocupam muito o paciente. É importante que o paciente vá ao urologista para uma avaliação, pois algumas podem ser graves. Na maioria da vezes apenas o exame clínico é suficiente para diagnosticar a doença. Algumas vezes precisamos realizar alguns exames para obter o diagnóstico, como a peniscopia e biópsias do pênis.

Quais profissionais tratam Lesões no pênis?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.