Quando tenho síndrome do pânico ou transtorno de ansiedade, sinto muita falta de ar. Em tempos de pa
35 respostas
Quando tenho síndrome do pânico ou transtorno de ansiedade, sinto muita falta de ar. Em tempos de pandemia sei que a atividade física é essencial. Como posso melhorar meu condicionamento se a ansiedade me tira o fôlego?
Olá. Talvez seja interessante você praticar exercícios de respiração para se tranquilizar. Existem vídeos na internet, além disso se você quiser investigar melhor a sua ansiedade é bom procurar um psicólogo. Nesse momento vários profissionais estão atendendo online. Atenciosamente.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Primeiramente procure lugares abertos e com espaço agradável para a prática de exercícios físicos. Inicie com caminhadas e exercícios de controle da respiração. Se isso te fizer bem, peça para alguém que te passe segurança te acompanhar, mesmo que de longe, pois a presença pode ser confortante. Com o passar do tempo podes ir evoluindo para pequenas corridas, seguidas de caminhadas.

boa tarde !o auxilio psicológico especialmente neste momento de pandemia tem sido de importância considerável pois a ansiedade causa sofrimento e precisa de atenção.
qualquer coisa estou a disposição

Olá, parece que a sua dificuldade é realizar uma atividade física quando está sem fôlego por conta da ansiedade. Sugiro você começar com atividades físicas leves e que demandem menos da sua capacidade respiratória. O hábito de praticar atividade física regularmente, se possível diariamente, pode te ajudar a lidar melhor com a ansiedade. Além disso, sugiro que você pratique uma forma de meditação. Busque se concentrar nas suas sensações corporais, no ambiente a sua volta e em sua respiração. A psicoterapia é indicada para pessoas que sofrem com ansiedade e hoje a psicoterapia online é uma opção acessível. Espero ter ajudado.

Sugiro trabalhar primeiro com técnicas de respiração e meditação, isso fará com que a crise não aconteça e após será possível introduzir a ativ. Física. Devido a pandemia é necessário fazê-la em casa. Yoga é uma boa opção

Para aprender a controlar os sintomas físicos da ansiedade é muito importante que você aprenda a respiração diafragmática. Treine respirar de forma lenta e profunda, mexendo apenas o diafragma; a barriga se expande quando o ar entra e murcha quando o ar sai. Essa é a técnica mais eficaz para controle de ansiedade; é importante que você pratique, comece com 5 minutinhos por dia, assim quando sentir ansiedade será fácil acessar esse modo de respiração e relaxamento. A respiração no momento da ansiedade é rápida e curta o que dificulta a oxigenação adequada do cérebro fazendo com o que a pessoa não consiga pensar de forma realista. Após conseguir reequilibrar sua respiração, anote em um papel os seus pensamentos e procure diferenciar o que é preocupação produtiva (está no seu poder controlar e resolver) e o que é preocupação improdutiva ( não vale a pena pensar, pois você não pode fazer nada para mudar). São duas dicas práticas que podem ajudar muito no controle da ansiedade. A outra dica você mesma disse: pratique atividade física, de preferência atividades de alta intensidade, pode ser apenas 15 minutos por dia. O corpo ao longo do dia pode acumular estresse e energia que precisam ser liberadas; na Selva, o homem gastava toda essa energia na busca de comida e proteção, com a vida moderna quase não gastamos energia com as atividades diárias. Então, procure estabelecer uma rotina de atividade física intensa, a qual você irá suar e gastar muita energia; é uma ótima forma de descarga de adrenalina e liberação de endorfina e serotonina que ajudarão na regulação emocional e, consequentemente, diminuição da ansiedade. O condicionamento vem com o tempo, mantenha-se focada e tenha paciência para colher os benefícios. Não lute contra a ansiedade, imagine ela como uma onda, que vem e passa.

Bom ter o seu contato!!!
Realmente quando isso acontece o controle fica deficitário, mas sabendo que poderá acontecer é sempre recomendado reduzir o nível de oxigenação, no transtorno de pânico fazendo uma respiração anaeróbica, colocando as duas mãos sobre a face, envolvendo o nariz e procurando respirar o mesmo ar que expirou, isto por alguns instantes e usando algumas técnicas de distração como contar de trás para frente pulando alguns números ou outros pensamentos que distraiam a atenção sobre o fato. Nas crises de ansiedade é sempre bom ter uma garrafinha de água e ir tomando aos poucos para procurar deixar a boca molhada, pois nesta situação a boca tende a ficar seca como resultado do mecanismo de defesa do Sistema Nervoso Central e esta atitude ameniza a ansiedade para o retorno a calma. Mas lembrando que são somente técnicas paliativas, um profissional da área da psicologia poderá analisar a sua demanda e indicar um tratamento melhor recomendado para o retorno a uma qualidade de vida desejável. Att.

Exercício de Respiração pode te ajudar muito.Sente- se ou pode deitar ,bem confortável. Em ambiente tranquilo ,que só vc esteja nesse momento.
Feche os olhos e relaxe bem o seu corpo . Inspire bem devagar ,e solte o ar bem devagar.
Cada vez que inspirar e expirar ,se permita a relaxar mais o seu corpo,mais e mais ....
Completamente relaxado ,ainda de olhos fechados ,imagine um lugar ,uma situação em que vc se sentiu muito tranquilo, paz , segurança. Contemple esse momento e busque todas as sensações de bem-estar, que este te proporcionou.
Qdo perceber que esse estado de tranquilidade, já foi " instalado" dentro de vc ,mentalmente conte até 3 ,e abra os olhos ,bem devagar .
Faça esse exercício, pelo menos 2 vezes ao dia ,pela manhã, ao acordar, É A noite na hora de dormir.Vai ajudar bastante.
Mas importante, vc buscar um acompanhamento psicoterápico.

Práticas de exercício de respiração pode te ajudar a desenvolver uma segurança melhor em relação ao respirar, isso pode te ajudar a se sentir mais segura(o). Em relação a prática de exercício físico, sugiro que comece com metas pequenas, de poucos minutos (5, 10, vc escolhe), pouco intensos, em lugares em que você sinta segurança, com alguém, se isso ajudar. Fazer um exercício com pouca duração e intensidade pode te ajudar a perceber seus limites e ir avançando aos poucos. Conseguir realizar por poucos minutos e depois por mais minutos pode te dar uma sensação de estar alcançando objetivos e evoluindo, o que ajuda bastante. Ao longo das semanas você vai se aproximando do tempo recomendado para colher benefícios para saude mental e física, que é de 40 minutos, 3 vezes por semana (no mínimo). Mas tenha em mente que ansiedade é um sintoma que aponta para questões importantes na sua vida que talvez você não esteja consciente. Se for possível, e ainda não fizer, considere realizar atendimento psicológicos para entender melhor o contexto em que tais sintomas se desenvolveram, tenho certeza que uma abordagem desse tipo irá despertar um olhar para além da ansiedade, para o campo de pensar sobre sua vida de maneira mais ampla. Abraço!

Em primeiro lugar, é importante buscar um psicólogo, que vai te auxiliar no treinamento e gerenciamento de controle da ansiedade. Existem diversas técnicas além da respiração diafragmatica pausada, que vao te ajudar bastante. Além disso, Será tratada a causa dessa ansiedade, além do sintoma apenas. Estou a disposição.

O mais importante na sua fala foi " a ansiedade provoca falta de fôlego", caso você saiba que não existe nenhum adoecimento de nível fisiológico/orgânico é um forte indicador de que sua falta de fôlego seja de fato sinal da ansiedade. Trabalhe na respiração, aceite o fato de estar ansioso e faça as atividades no seu ritmo. Busque terapia para tratar a ansiedade!!

Olá, o Transtorno de Ansiedade e a Síndrome do Pânico faz você ficar sem fôlego durante algum tempo não é algo constante. Durante a crise existem diversas técnicas de respiração que você pode utilizar, contudo o mais indicado é procurar um profissional para que este possa lhe auxiliar.
E indicado também técnicas de meditação, exercícios físicos e leituras.

Olá! Imagino como deve ser difícil lidar com esses sintomas no auge da pandemia.
Sim, os exercícios físicos são essenciais para a manutenção da saúde física e mental.
Eu sugiro que experimente fazer aulas de Yoga. No YouTube tem diversas aulas gratuitas.
As posturas de yoga, geralmente ajudam a regular os sintomas de ansiedade e ajudam no sistema imunológico (super importante nesta época que estamos vivendo), os movimentos não somente massageam os órgãos do corpo, mas também fortalecem o sistema muscular.
Lembrando que é muito importante um tratamento adequado para que você possa entender os motivos que levam aos sintomas de ansiedade. Só assim poderá ter uma qualidade de vida melhor. Caso tenha mais dúvidas me escreva, terei prazer em respondê-lo (a)
Psicóloga Isabel Rossetti

Sou formado em Educação Física e em Psicologia então falo com propriedade dos dois assuntos. Melhorar a capacidade aerobica e o condicionamento físico não tem ligação direta com a ansiedade. Uma coisa é não ter condicionamento físico e sentir rapidamente uma falta de ar durante uma atividade e outra é sentir uma falta de ar de ansiedade ou pânico. Posso ser um atleta de maratona e ter um excelente condicionamento físico e mesmo assim ao sair de casa para correr ter um ataque de ansiedade e pânico e sentir uma falta de ar repentina. O ideal como os colegas falaram acima procurar um especialista Psicólogo e tratar sua ansiedade. Ter um bom condicionamento físico, praticar atividades físicas com certeza podem ajudar e auxiliam na saúde de qualquer indivíduo, mas ataques de pânico não curam melhorando apenas o condicionamento físico.

A falta de fôlego por causa da ansiedade que você descreve, ocorre porque a pessoa ansiosa tende a ter respirações curtas e rápidas, fazendo com que o ar se concentre nos pulmões e não ocorra a troca correta de oxigênio e gás carbônico. Para aliviar esse desconforto é necessário esvaziar os pulmões desse ar saturado. Para isso, a técnica mais eficiente é a respiração diafragmatica. Procure na internet por vídeos que ensinem a fazer esse tipo de respiração.(assim torna-se mais fácil a compreensão). Tente fazer técnicas de meditação ou mindfulness que também ajudam a amenizar os sintomas da ansiedade e, assim que possível, procure um psicólogo para tratar a ansiedade. Estou à disposição.

Meditação com especial ênfase na respiração.Ha aplicativos disponível.
Psicanálise é recomendável, até para evitar alguma medicalizacao ( ansiolíticos etc.)

Olá, minha sugestão é respirar e buscar atendimento para entender o motivo da ansiedade. Respire em quatro tempos, 5 segundos retendo o ar, 5 segundos segurando, 5 segundos soltando e 5 segundos em apneia, faça por 3 vezes várias vezes ao dia e procure um psicólogo online para entender os motivos de sua ansiedade.

Olá!
A sensação de fadiga, falta de ar neste caso não se relacionam a falta de condicionamento físico . Comece caminhando por 20 min duas vezes ao dia, depois que tiver se acostumado e o seu estado geral estiver mais calmo, aumente para 30 até quanto vc puder ao longo das semanas. Com certeza a endorfina liberada do seu corpo trará a sensação de bem estar. Verá o resultado . Tome a decisão é faça !

A Síndrome de Pânico e/ou o Transtorno de Ansiedade grave se caracterizam por terríveis ataques súbitos de ansiedade/angústia, no qual o sujeito sente a chegada iminente da morte. As sensações corporais parecem corroborar esse sentimento: taquicardia, respiração acelerada e opressa, sudorese, tremores, sentimentos de desrealização e despersonalização, etc. Em muitos casos, percebe-se que a história do sujeito, além de marcada por episódios de ansiedade, é também marcada por excessos, de testagens de seus próprios limites, físicos ou emocionais. Alguns exemplos bem banais: torcer em excesso por um time de futebol e, ante um resultado adverso ou ante uma conquista importante, ser tomado por um excesso de euforia que pode acarretar até uma crise de angústia; fantasiar em excesso com uma determinada pessoa e, ao entrar em contato com essa pessoa, ser tomado por crises de angústia; fazer exercícios de forma imoderada e ser tomado por um estado de exaustão que deixa o sujeito assustado, perplexo, angustiado, ou ser tomado por uma taquicardia e uma elevação de pressão arterial que deixam o sujeito muito assustado e que podem desencadear o pânico, etc. O tratamento psicológico visa alterar esse estado de identificação narcísica com modelos de excesso, também visa que o sujeito perceba as situações nas quais repetidamente ultrapassa seus limites pessoais, igualmente visa fazer surgir o real desejo do sujeito, que muitas vezes está tomado pelo desejo do outro, pela demanda do outro, sem o perceber, etc. O exercício faz bem para a ansiedade e o pânico, pois gera endorfinas e traz bem-estar. Mas tem que ser um exercício moderado, adequado às condições físicas atuais da pessoa. Os aumentos de carga devem ser lentos, progressivos. Idealmente, seria prudente realizar exames cardiológicos prévios e ter acompanhamento de um profissional de Educação Física. No caso da Síndrome do Pânico, considero fundamental o acompanhamento psicológico com Psicólogo Clínico ou Psicanalista e uso de medicação psiquiátrica conduzido por Psiquiatra com o qual o paciente possa falar com frequência, dada a possibilidade de aparecimento de efeitos colaterais indesejáveis.

Bom dia!
A ansiedade no momento atual, está presente em qualquer pessoa, até mesmo em psicólogos. Vou te falar o que pratico todos os dias antes dos meus atendimentos.
Sempre acordo cedo e deitada ainda na cama faço alguns alongamentos em pernas, braços e coluna. Depois ainda sentada na cama trabalho minha respiração lentamente, tentando me concentrar nos sons que vem de fora, por uns 8minutos. Levanto, tomo meu café, limpo a cozinha e vou ler um pouco. Espero mais ou menos uma hora ligo no youtube, e procuro exercicios para fazer em casa. Tomo meu banho ouvindo músicas relaxantes. Daí começo meu dia. Está me fazendo bem. Espero ter lhe ajudado com esse exemplo.
Qualquer coisa, agende uma consulta.

Às vezes, tudo o que você precisa para aprender como lidar com a ansiedade é incluir na sua rotina atividades que te ajudem a expressar o que sente.
Ao invés de ser apenas um consumidor passivo de conteúdos, utilize o seu tempo de uma maneira mais enriquecedora, como um produtor de conteúdos. O que isso significa?
Escreva, pinte, desenhe, cante. Todas essas atividades são a expressão do que você pensa e sente e podem te ajudar a eliminar a angústia e o medo. Além disso, você ocupa seu tempo e não fica apenas sentado em frente à televisão ouvindo as notícias.

É importante criar horários de trabalho, intervalos, refeições e também ter momentos de lazer e descanso. A rotina é muito importante para organizar a sua mente ao longo do período de isolamento social.
Caso você não crie uma rotina, pode ser que acabe passando o dia todo de pijamas trabalhando na cama, o que a longo prazo não é saudável. Lembre-se de que você passará muitos dias em casa, portanto, deve fazer com que estes dias sejam os mais saudáveis possíveis
Se você não sabe como lidar com a ansiedade e sente que precisa de auxílio psicológico para trabalhar todas as suas questões, não hesite em procurar um profissional.

Procura começar a fazer respiração diafragmatica.
Observe sua respiração.
Jeito de fazer:
Inspire ( puxe o ar) conte até 4 mentalmente
Expire ( solte o ar) conte até 4 mentalmente, devagarinho.
Antes de inspirar novamente segure por 4 segundos e recomece, faça por 10 minutos, todos os dias. Aos poucos você diminui hormônios que te aceleram e terás um corpo mais relaxado.

Olá, indicar exercício físicos pra vc nesse momento não significa nenhuma novidade! Todos nós precisamos exercitar nosso corpo todos os dias. Mesmo porque o nosso corpo é o tecido das nossas experiências. Vc precisa da assistência multidisciplinar. Para fazer essa travessia, durante e após a pandemia . Ansiedade significa medo! Um medo compulsivo.Um medo exacerbado.Um medo que nos sufoca.Sabemos que o medo é uma reação inerente ao homem.O medo é um sinal de alerta. Entretanto ninguém deve se tornar refém dele. A autonomia nos confere o poder de eliminar racionalmente os medos de nossas vidas. Busque mais uma sessão de análise.O tempo é seu!A vida é sua.
INVISTA em vc! Procure algumas respostas para esse comportamento tão irracional que é o TOC e que tem alterado signinificativamente a tua vida.Um abraço e sucesso.

Olá!!
Procure treinar a respiração diafragmatica (aquela bem lenta, onde vc inspira profundamente, segura o ar por uns segundos, expira lentamente e fica também sem respirar por uns segundos) Encontre seu ritmo de respiração lenta, usando somente o nariz para inspirar e expirar... Faça isso nos momentos em que não estiver em crise. Tente treinar com disciplina todos os dias, várias vezes ao dia.
E quando você sentir que a crise de ansiedade esta chegando, comece a usar a respiração que vc treinou e em poucos minutos as sensações fisicas da ansiedade ou pânico vão diminuindo.
Procure a ajuda de um psicólogo para intensificar seu processo de controle da
ansiedade.
Boa sorte!

Quando se passa por crises de ansiedade é comum perder o controle da situação e parar para pensar piorando ainda mais a crise, o primeiro passo é desviar a atenção dos sintomas. Diminua o ritmo da respiração, assim facilita com que o sangue leve oxigênio para o pulmão, relaxe o corpo, proporcionando menos estresse para a musculatura. Se possível realize isso em um ambiente calmo é agradável, se não, feche os olhos para melhor concentração. Por fim procure uma ajuda profissional para te acompanhar no processo de melhora desse quadro psicológico. Tenha um.bom.dia

De forma geral a atividade física é recomendada a todos as pessoas. No caso daquelas que têm ansiedade a recomendação é ainda maior porque a prática de atividade física reduz os sintomas da ansiedade. Nesse caso é interessante também o acompanhamento com profissional de sua confiança. Dentre as especialidades estão o psicólogo e psicoterapeutas (psicanalistas, terapeutas cognitivos-comportamentais, dentre outras).
A pandemia desestabilizou muitas coisas: jeitos de ser e de estar no mundo. A lógica seria que a pandemia, causando mais ansiedade nas pessoas, fosse um período em que a atividade física fosse ainda mais recomendada. Mas não é assim. Nesse momento é importante evitar ao máximo a exposição nas ruas e locais onde pessoas poderiam se aglutinar. Nesse caso, você pode fazer atividade física se tiver um espaço apropriado em sua casa. Se não tiver, realize as atividades que você provavelmente já viu nos outros comentários: Yoga, meditação, respiração diafragmática, dentre muitas outras. Aqui não há regra. Experimente e perceba quais as atividades que suavizam mais os sintomas da ansiedade, dentre eles o que você citou da falta de ar.
Lembre-se de que você pode recorrer aos atendimentos online. Você poderia se beneficiar muito.

Mantenha a confiança e a esperança nesse momento. Paz e luz!

Até mais.


Olá! Você recebeu muitas orientações bem importantes dos meus colegas especialistas. O que eu posso contribuir com você é lembrá-lo que "ter síndrome do pânico ou transtorno de ansiedade" não acontece por acaso. Você precisa compreender o que está provocando as crises. Para isso, é fundamental buscar auxílio especializado. A psicoterapia é uma solução que traz ótimos resultados. Ela contribui para que conheça mais sobre você mesmo e principalmente permite encontrar estratégias para lidar com a sua ansiedade. Desejo ter contribuído com você. Me coloco à disposição. Grande abraço

Olá. Primeiramente, veja de onde vem sua falada de ar. Se tiver ligação com a ansiedade,o que está ligado a ela. A pandemia realmente modificou nossas rotinas de um jeito muitas vezes angustiante, então sintomas ansiosos tem sido cada vez mais comuns. Se você fazia terapia, veja a possibilidade de você ser atendida online. Em casa, procure fazer pequenos exercícios, como limpeza ou dança, e exercício de respiração, como ou de meditação guiada. Vários psicólogo estão postando dicas em suas redes sociais, incluvise eu. Espero ter ajudado.

Em primeiro lugar você precisa voltar a respirar normal durante as crises,e nunca praticar exercícios físicos quanto estiver em estado de crise.Faça acompanhamento médico com psiquiatra e psicólogo online para melhorar sua ansiedade.A disposição.

O controle da respiração é importante. Técnicas de meditação, reiki podem te ajudar a domar a respiração diafragmática. Quanto mais você fazer atividades físicas aeróbicas, mais natural para você também vencer e dominar seu fôlego. Também recomendo a prática de Ashtanga Yoga, que trabalha a respiração e você pode fazer de casa. É o que tenho feito.

A sensação de perda de fôlego ou falta de ar ligada a ansiedade é muito desconfortável e angustiante. Você pode se beneficiar de técnicas de relaxamento e meditação, bem como de um processo psicoterapêutico que lhe ajude a compreender o que estes sintomas estão sinalizando e mais amplamente, compreender mais sobre a sua psique e condição psicoemocional. A atividade física será outra aliada para sua saúde mental à medida em que sentir mais seguro e confortável.

Olá! Antes de tudo, seria importante você observar com que frequência essas crises de pânico e ansiedade vem ocorrendo, bem como situações e pensamentos que as acompanham. Observe seus sentimentos e reações físicas para que possas ter um controle sobre esses sintomas. Existem algumas técnicas para controle de ansiedade que você pode realizar, porém recomendo sempre ter um acompanhamento psicológico junto, pois ele é o profissional mais indicado para cuidar da saúde mental nesses casos. Acredito ser importante buscar ajuda profissional neste momento para cuidar desses sintomas e então, mantendo sob controle sua ansiedade, iniciar a prática de atividades físicas.

Se você tem esse diagnostico deve estar com um tratamento psicoterápico adequado,e sabe que a atividade física
e importante.Para isso os treinos de relaxamento e respiração são fundamentais. Tente Mindfulness.

Ola!
O que podemos pensar nessa situação é que o sistema endócrino e sistema nervoso andam juntos, atuam na coordenação e regulação das funções corporais. Manter uma rotina de exercícios físicos tem um impacto significativo no nosso bem-estar emocional, uma rotina de exercidos, estimula a produção de substâncias como endorfina e serotonina que ajudam a relaxar, trazendo bem-estar e melhoram o humor, ajuda controlar com mais facilidade a ansiedade.

Boa tarde! Vários transtornos mentais tendem a aumentar em situações as quais estamos tendo que lidar, como o confinamento. No seu caso sugiro procurar ajuda psicoterápica, além de conciliar atividades e exercícios que lhe dão prazer dentro das possibilidades existentes. Mas tais atividades precisam ser efetuadas em momentos que vc não esteja em crise. Desta maneira poderá melhor "driblar" os sintomas antes que eles se intensifiquem.
Estarei disponível para ajudar!

Especialistas

Marcela Maretti Brant de Vasconcellos

Marcela Maretti Brant de Vasconcellos

Psicólogo

Florianópolis

Liana Beatriz Almeida

Liana Beatriz Almeida

Psicólogo

São Bernardo do Campo

Júlia do Couto e Silva Mourão

Júlia do Couto e Silva Mourão

Psicólogo

Belo Horizonte

Elaine Inácio Pereira de Souza

Elaine Inácio Pereira de Souza

Psicólogo, Terapeuta complementar

Curitiba

Anny Dayse T. Oliveira Rodrigues

Anny Dayse T. Oliveira Rodrigues

Psicólogo

Uberlândia

Selma Teixeira de Miranda

Selma Teixeira de Miranda

Psicólogo

Rio de Janeiro

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 394 perguntas sobre Ansiedade

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.