As verrugas genitais - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Quais são as verrugas genitais?

É conhecido como verrugas genitais ou condilomas genitais, uma doença sexualmente transmissível causada por um germe chamado de papilomavírus humano. As verrugas genitais podem ser planas, alongadas ou em forma de couve-flor, e aparecem nos órgãos genitais ou ao redor do ânus.

Existem vários tipos de papilomavírus, e algumas são mais resistentes ao tratamento do que outros. Alguns desses vírus pode causar certos tipos de câncer nos órgãos genitais.

As verrugas genitais são um problema médico comum. Elas afetam principalmente as pessoas de 20 a 30 anos de idade.

Como você se infecta?

Principalmente através do contato sexual. Em casos raros, adultos e crianças podem espalhar por diferentes mecanismos, incluindo o uso de uma toalha infectadas. Também pode ocorrer a infecção do recém-nascido durante o parto.

Como se manifestam?

Geralmente aparecem duas a quatro semanas após a ocorrência de infecção, mas às vezes leva vários meses para aparecer.

Geralmente indolor, mas pode causar coceira. Sua aparência é variada e pode ocorrer em um indivíduo ou em grupos.

Nos meninos estão em qualquer lugar do pênis, mas especialmente sob o prepúcio. Elas também podem ser vistas na uretra, principalmente no final dela, no reto e ao redor do ânus.

Nas mulheres estão presentes nos lábios da vulva, vagina, uretra, reto e ao redor do ânus.

Às vezes, elas são tão planas que não são vistos a olho nu, embora possam causar prurido e ardor. Como explicado abaixo, nestes casos o médico pode diagnosticar a sua existência.

Quem está em risco de se infectar?

  • A promíscua
  • Pessoas que fazem sexo sem tomar as devidas precauções.

O que é recomendado para prevenir a infecção?

  • O uso de preservativos durante as relações sexuais que envolvam risco de infecção.
  • Quem pensa que pode estar infectado deve procurar aconselhamento médico. No caso da doença deve ser tratada tanto a pessoa afetada como seu parceiro sexual.
  • O surgimento de várias verrugas genitais rapidamente pode indicar um distúrbio de imunidade, como a causada pelo HIV (vírus da imunodeficiência humana, causador da Aids). Em tais casos deve ser feita referência tão logo o médico.

Como o médico diagnostica?

  • Com o exame clínico.
  • No caso das verrugas não são visíveis a olho nu, cobrindo a pele com ácido acético. Estas verrugas genitais aparecem como manchas brancas.

Qual é o prognóstico de verrugas genitais?

Quem nunca apresentou verrugas genitais tem mais risco de ser re-aparecer. No entanto, muitas pessoas são afetadas ao mesmo tempo.

O seu tratamento pode durar meses.

Acredita-se que algumas verrugas podem causar alterações nas células do colo do útero e câncer genital. As mulheres que apresentam na vagina devem ser submetidas a exame citológico, receber tratamento adequado e as avaliações médicas.

Qual é o tratamento?

  • É muito importante que tanto a pessoa afetada quanto seu parceiro sexual recebam tratamento e  completem todo o tratamento.
  • Quando elas são pequenas e muitas não são fáceis de curar.
  • Podem ser tratadas com podofilina, um extracto de uma resina vegetal que é aplicado diretamente nelas.
  • Outras formas de tratá-las são excisão cirúrgica, crioterapia (ou destruição das verrugas por congelamento) e tratamento com laser.

Especialistas em as verrugas genitais

Encontre um especialista em As verrugas genitais na sua cidade:
Marcello Lopes Da Silva

Marcello Lopes Da Silva

Ginecologista

Santos

Filipe Muniz Bourroul

Filipe Muniz Bourroul

Ginecologista

São Paulo

Milena Karla Silva Cruz

Milena Karla Silva Cruz

Ginecologista

Goiânia

FERNANDA ERCI BAUER

FERNANDA ERCI BAUER

Ginecologista

Cotia

Antonio Paulo Malmann

Antonio Paulo Malmann

Ginecologista

Campos Novos

Perguntas sobre As verrugas genitais

Nossos especialistas responderam a 63 perguntas sobre As verrugas genitais

Dr. Lucas Mira Gon
Dr. Lucas Mira Gon
Urologista, Cirurgião geral
Campinas
o inchaço testicular não deve ser consequencia da herpes, mas pode ser uma infecção (orquiepididimite). Voce precisa ser avaliado por um urologista e deve repetir as sorologias. A disposição.
1 respostas

Olá. Sempre siga as orientações do seu médico. Agende a sua consulta de reavaliação e esclareça suas dúvidas.
Nem toda verruga genital é uma infecção sexualmente transmissível ou uma infecção…
1 respostas

É normal a formação de crosta durante o processo de cicatrização.
Faça sempre acompanhamento com o médico.
1 respostas

Especialistas falam sobre As verrugas genitais

Realizacao de cautrizacao quimica ou eletrica das verrugas

As verrugas genitais normalmente são causadas pela infecção do virus HPV. A cauterização elétrica (eletrocauterização) é realizada em ambiente de consultório médico, com rapidez. Usa-se uma luz do tipo LED para evidenciar melhor lesão por lesão. É informado ao paciente que se produzirá um cheiro típico, secundário a cauterização. Aumenta-se muito o conforto do paciente quando o mesmo aplica, antes do procedimento, uma pomada de função anestésica.

As verrugas genitais, tecnicamente chamadas de condiloma acuminado ou verrugas venéreas, são lesões na pele produzidas pelo vírus HPV, que pode ser transmitido durante relações sexuais desprotegidas. Dessa forma, as verrugas podem surgir tanto no homem como na mulher, nos locais que entraram em contato com o vírus, sendo que os mais afetados geralmente são a cabeça do pênis, o escroto, os lábios vaginais e a região em redor do ânus, por exemplo. Muitas vezes, as verrugas apenas surgem vários dias ou meses após a transmissão da doença, já que o vírus tem um tempo de incubação bastante longo. Dessa forma, mesmo que não se tenha sintomas é possível ter o vírus do HPV no organismo.

As verrugas genitais ou condilomas anais, causadas pelo vírus HPV, são diagnosticadas a partir do exame proctológico , que consiste na inspeção e anuscopia. Pode-se ainda utilizar a anuscopia de alta resolução para complemento e definição do melhor tratamento a ser instituído. A verruga genital deve ser tratada e removida, com terapêutica clínica ou cirúrgica, a depender do caso.

José Antonio Dias Da Cunha E Silva

Cirurgião geral, Coloproctologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Verrugas genitais estão entre as principais queixas em consultas com urologistas. A principal causa é o HPV, um vírus facilmente transmitido por contato sexual. O diagnóstico é realizado por peniscopia (ler explicação do exame no item próprio) e seu tratamento é a cauterização das lesões, que eu realizo no mesmo momento do exame em consultório.

As verrugas genitais são também chamadas de condilomas. Podem ser cauterizadas quimicamente, retiradas com anestesia local ou tratadas com medicação que o próprio paciente aplica em casa. Em alguns métodos o paciente pode sentir um pouco de dor, mas são mais rápidos e em outros não há dor, mas o tratamento pode ser mais prolongado. Todos os casos devem ser avaliados para ser decidido com a melhor indicação de tratamento.

Talita Franzner Krindges

Ginecologista

Farroupilha


Verrugas genitais costumam ser causadas pelo papilomavírus humano (HPV), sendo classificadas como doenças sexualmente transmissíveis. O HPV está associado ao câncer do colo do útero, vagina e vulva. É importante, sempre que houver qualquer anormalidade na região genital, procurar especialista para o diagnóstico e tratamento adequado.

A verruga genital é um dos tipos mais comuns de infecções sexualmente transmissíveis. Pelo menos metade de todas as pessoas sexualmente ativas serão infectadas com o papilomavírus humano (HPV), o vírus que causa as verrugas genitais, em algum momento durante suas vidas. As mulheres são um pouco mais propensas que os homens a desenvolver verrugas genitais. As verrugas genitais podem aparecer pequenas, como caroços cor de carne ou com uma aparência de couve-flor;em muitos casos, as verrugas são tão pequenas que não podem ser vistas a olho nu, necessitando realizar exames mais específicos como a colposcopia e/ou vulvoscopia. A verruga deve ser tratadas assim que forem diagnosticadas.

Cauterização química em consultório. Procedimento indolor, rápido de baixo custo e com excelente resultado, de acordo com extensão da doença. Além de associação de medicamentos para melhora da imunidade.

Renara De Pinho Caldeira Mourão

Ginecologista, Mastologista

Diamantina


São verrugas causadas pelo vírus do HPV. O tratamento consiste na destruição das verrugas que são focos de proliferação dos vírus. Essa destruição pode ser feita por eletrocoagulação, ácidos ou crioterapia. Atualmente o ministério de saúde oferece a vacina do HPV para meninos acima dos 12 anos de idade.

Tiago Soares Bissonho

Urologista

Fortaleza


As verrugas genitais são causadas pelo papilomavírus humano (HPV), e são consideradas uma infecção sexualmente transmissível. São bastante comuns na população geral, e o principal sintoma é o aparecimento uma pequena protuberância na região genitais, semelhante há uma verruga, que pode variar em tamanho. É possível tratar as verrugas genitais com aplicação de algumas medicações pelo médico. É importante procurar atendimento assim que haja seu aparecimento, pois o tratamento nas formas iniciais é menos desconfortável. Após o diagnóstico, é importante manter vigilância, pois é possível o reaparecimento das lesões, tanto na área externa como interna da região vaginal.

Fernanda Gabriela Mendes

Ginecologista

Curitiba


Existem várias linhas de tratamento das verrugas genitais. É preciso realizar exame físico para correta avaliação, onde será avaliado o tipo de lesão, (se é HPV ou outro tipo de lesão de pele). O tipo de tratamento também vai depender de outros fatores como a apresentação da doença, dos locais acometidos (genitais internos, externos ou ambos; anal, vaginal, no colo do útero) e da quantidade de verrugas.

Viviane Cristine Pissetti

Ginecologista

Florianópolis

Quais profissionais tratam As verrugas genitais?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.