Hepatite auto-imune - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - hepatite auto-imune

Encontre um especialista na sua cidade:
Fabiano Furlan

Fabiano Furlan

Médico clínico geral

Vitória

Paulo Henrique Cardoso Matias

Paulo Henrique Cardoso Matias

Médico clínico geral

São Mateus

Melina Dias

Melina Dias

Médico clínico geral, Internista

Rio de Janeiro

Gustavo Vieira

Gustavo Vieira

Gastroenterologista, Médico clínico geral

Uberaba

Agendar uma visita
Ubiratan Cassano Santos

Ubiratan Cassano Santos

Médico clínico geral, Hepatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita
BRUNO BINDI

BRUNO BINDI

Cirurgião do aparelho digestivo, Médico clínico geral, Cirurgião geral

São Paulo

Agendar uma visita

Perguntas sobre Hepatite auto-imune

Nossos especialistas responderam a 3 perguntas sobre Hepatite auto-imune

A azatioprina é bastante segura, seja para mãe ou para o bebê. É utilizada durante gestação há mais de 25 anos com grande margem de segurança.
2 respostas


Não tem problema tomar analgésicos comuns (dipirona ou paracetamol). Você não pode tomar anti-inflamatórios (ex. diclofenaco, ibuprofeno, AAS, nimesulida, cetoprofeno...). Cuidado com medicações…
1 respostas


Sim isto é possível, a elastografia hepática transitória possui uma série de fatores que podem interferir no seu resultado. O primeiro fator é próprio operador, isto é, quem realiza o exame precisa…
1 respostas

Especialistas falam sobre Hepatite Auto-Imune

A hepatite autoimune é uma doença inflamatória crônica do fígado associada à elevação de gamaglobulinas e autoanticorpos (especialmente FAN, antimúsculo liso e anti-LKM1). É mais comum em mulheres e se não for diagnosticada e tratada precocemente, pode causar tanto insuficiência hepática aguda (hepatite fulminante) como evoluir para cirrose hepática. Cerca de 10-20% dos pacientes com doença hepática têm hepatite autoimune. Os sintomas iniciais mais comuns são fraqueza, queda do estado geral, podendo haver icterícia, acompanhadas de alterações nas enzimas do fígado em exames de sangue. O tratamento é clínico, com boa resposta, evitando evolução para cirrose e necessidade de transplante.

Marlone Cunha

Gastroenterologista, Hepatologista

Campinas

Quais profissionais tratam Hepatite auto-imune?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.