Hiperplasia supra-renal congênita - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - hiperplasia supra-renal congênita

Lais Vandesteen

Lais Vandesteen

Endocrinologista pediátrico

Teresópolis

Lidiane Koch

Lidiane Koch

Endocrinologista pediátrico, Pediatra

Florianópolis

Mariana Araujo

Mariana Araujo

Endocrinologista pediátrico

Vitória

Maria Luiza Almeida de Paula

Maria Luiza Almeida de Paula

Endocrinologista pediátrico, Pediatra

Rio de Janeiro

Carolina Assumpção

Carolina Assumpção

Endocrinologista pediátrico

Rio de Janeiro

Larissa Celiberto Renosto

Larissa Celiberto Renosto

Endocrinologista pediátrico, Pediatra

Rio Claro

Perguntas sobre Hiperplasia supra-renal congênita

Nossos especialistas responderam a 2 perguntas sobre Hiperplasia supra-renal congênita

A medicação considerada ideal para as crianças é a hidrocortisona, pois atrapalha menos o crescimento. Porém no Brasil, temos de mandar manipular, por não existem formulações prontas. Outro inconveniente…
2 respostas


Na maioria dos casos, quando o diagnóstico é feito corretamente logo nos primeiros dias ou semanas de vida e o tratamento correto é instituído, o prognóstico é bom. Existem deferentes formas…
1 respostas

Especialistas falam sobre Hiperplasia Supra-Renal Congênita

O quadro de hiperplasia supra-renal congênita deve ser diagnosticada logo ao nascimento, investigando-se à malformação genital que não permite afirmação do sexo ao nascimento, ou, no teste do pezinho, quando malformação genital não ocorre ou não é percebida. Atenção especial aos casos de recém-nascidos, ao redor de 15 dias de vida, que apresentam quadro de desidratação e diarréia. Pode ser uma forma da doença, com potencial gravidade. Durante o acompanhamento, operações podem ser fazer necessárias para adequação do genital ao sexo definido.

Rafael Miranda Lima

Cirurgião pediátrico

Florianópolis


Trata-se do funcionamento anormal da glândula supra-renal. A principal causa é a deficiência da 21-hidroxilase, enzima que participa da síntese de 2 hormônios adrenais: a aldosterona e o cortisol. A falta da aldosterona e do cortisol levam à perda de sal maciça pelos rins, desidratação grave, pressão baixa e hipoglicemia, podendo levar à morte a partir das 2 primeiras semanas de vida. A síntese hormonal é desviada então para a produção de andrógenos, levando à masculinização do genital nas meninas. É uma doença detectada pelo teste do pezinho e o seu tratamento consiste na reposição reposição hormonal e, alguns casos, na correção cirúrgica da virilização nas meninas.

Dalva Castro De Oliveira

Endocrinologista pediátrico, Pediatra

São Paulo

Quais profissionais tratam Hiperplasia supra-renal congênita?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.