Transtornos relacionados ao uso de substâncias - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - transtornos relacionados ao uso de substâncias

Cristina Gonçalves De Azeredo

Cristina Gonçalves De Azeredo

Psicólogo

Pelotas

Luana Santos do Nascimento

Luana Santos do Nascimento

Psicólogo

Pinhais

Fabrício Leite

Fabrício Leite

Psicólogo

Nova Iguaçu

Elizangela Dehoul

Elizangela Dehoul

Psicólogo

Niterói

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Perguntas sobre Transtornos relacionados ao uso de substâncias

Nossos especialistas responderam a 4 perguntas sobre Transtornos relacionados ao uso de substâncias

Antes da internação, existem outras formas de tratamento que auxiliam o dependente químico a não utilizar mais a(s) substância(s) e retomar uma vida saudável. Para cada gravidade de caso, existe…
7 respostas

Você não deixa claro como foi essa parada do uso das drogas, sozinha, internação?? mas, uma vez adicto sempre terá que se "vigiar" existe toda uma mudança de vida, essas oscilações…
9 respostas

Especialistas falam sobre Transtornos relacionados ao uso de substâncias

O objetivo do tratamento psicológico, é prestar assistência preventiva, curativa e de reabilitação, por meio da psicoterapia individual e/ou de grupo.A intenção é que, a partir do uso de técnicas de prevenção e de recaída, a pessoa consiga atingir a abstinência e, com isso, seja capaz de readaptar-se socialmente, elaborando as suas dificuldades pessoais e tendo consciência das questões relacionadas ao seu vício e a possibilidade de recaída.

Quais profissionais tratam Transtornos relacionados ao uso de substâncias?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.