Trombofilia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - trombofilia

Viviani de Lourdes Rosa Pessoa

Viviani de Lourdes Rosa Pessoa

Hematologista

Rio de Janeiro

Melina Salvi Dias Athayde

Melina Salvi Dias Athayde

Médico clínico geral, Hematologista

Poços de Caldas

Rafael Boccato

Rafael Boccato

Cirurgião vascular

Sorocaba

Ana Paula Carrijo Rodrigues

Ana Paula Carrijo Rodrigues

Hematologista

São Paulo

Larissa Maldonado

Larissa Maldonado

Cirurgião vascular

Caraguatatuba

Clarice Rocha

Clarice Rocha

Hematologista

Belo Horizonte

Perguntas sobre Trombofilia

Nossos especialistas responderam a 190 perguntas sobre Trombofilia

Não há dados na literatura suficientes para estabelecer qualquer relação objetiva. As alterações do Fator V de Leiden podem predispor a coagulação sanguínea minimamente motivada. Como a COVID…
2 respostas


Bom dia, a presença da mutação A1298C em heterozigose sozinha não caracteriza a trombofilia. O correto é dosar a o HOMOCISTEINA para ver se você não apresenta HIPERHOMOCISTEINA e corrigir. A…
2 respostas


Olá boa noire ! Não consegui entender , seu resultado veio como heterozigoto para a mutação ? Se sim , o risco de trombose é igual o para a população em geral . Claro que outros fatores , não…
1 respostas

Especialistas falam sobre Trombofilia

O termo "trombofilia" refere-se a um estado no qual o organismo apresenta uma tendência aumentada à ocorrência de tromboses, ou seja, a formação de coágulos no interior dos vasos sanguíneos. A trombofilia pode ser uma condição temporária e reversível, ou permanente (muitas vezes de cunho hereditário). É uma área complexa da Hematologia, na qual ainda há muito a ser descoberto e compreendido. O diagnóstico dos estados trombofílicos é difícil, e necessita de testes laboratoriais sofisticados. Às vezes, pode ser necessário o uso de medicamentos anticoagulantes por determinados períodos de tempo, ou até mesmo pelo resto da vida. Estas decisões importantes devem ser tomadas pelo Hematologista.

Alexandre Mello De Azevedo

Hematologista

Arujá


A coagulação humana é um processo que pode ser descrito em termos simples como uma corda com duas extremidades: de um lado a promoção da coagulação ('engrossando' o sangue) e do outro a desintegração do coágulo ('afinando' o sangue). Em condições normais, espera-se um equilíbrio entre estes dois extremos. Na assim chamada trombofilia existe uma predisposição para o lado promotor da coagulação ('engrossando' o sangue), com tendência à formação de trombos nos vasos sanguíneos. Trata-se de um termo muito amplo e que inclui diversas doenças subjacentes. Cada uma delas requer um processo diagnóstico próprio e um tratamento específico para o controle da manifestação.

Mendel Suchmacher Neto

Internista, Hematologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Trombofilias são entidades que possuem muitas individualidades entre si e precisam ser avaliadas de acordo com cada caso, considerando histórico prévio pessoal e a intenção do tratamento dentro da ginecologia ou obstetrícia. Durante a gestação a anticoagulação pode ser indicada em muitos casos, principalmente no período apos o parto. Em ginecologia tais afecções normalmente contraindicam utilização de estrogênio, presentes em diversos métodos anticoncepcionais e terapia de reposição hormonal.

Há 21 anos faço pré natal de alto risco. Trato trombofilia que se trata de uma doença que na gestação pode cursar com : Aborto, Hipertensão , Eclâmpsia/ Pré-eclâmpsia, Descolamento prematura de placenta, restrição de crescimento e óbito fetal intra-uterino. Realizo ultrassonografia com doppler durante as consultas agregando maior tranquilidade para conduzir estes casos.

Maria Oneide

Ginecologista

São Caetano do Sul

Quais profissionais tratam Trombofilia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.