Desidratação - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em desidratação

Encontre um especialista em Desidratação na sua cidade:
Luana Simões

Luana Simões

Nutricionista

Belém

Marco Bianco

Marco Bianco

Nutrólogo

São Paulo

Marcel Orlandi

Marcel Orlandi

Generalista

Rio de Janeiro

FERNANDO DEL PIERO

FERNANDO DEL PIERO

Generalista

Vitória

Luiz Gustavo Candioto do Prado

Luiz Gustavo Candioto do Prado

Nutrólogo

Curitiba

Perguntas sobre Desidratação

Nossos especialistas responderam a 1 perguntas sobre Desidratação

Dra. Teresa Cristina Muniz Queiroz
Dra. Teresa Cristina Muniz Queiroz
Médico clínico geral, Homeopata
Uberlândia
Não, este nível de desidratação que você relatou não vai causar dano permanente ao seu cérebro. Esta falta de atenção está relacionada com o estresse metabólico que ocorreu após a ingestão de…
3 respostas

Especialistas falam sobre Desidratação

Desidratação é a perda de líquidos e eletrólitos no organismo. Podemos realizar a reidratação de forma simples através da ingestão de água, água de coco e sucos naturais em pequenos volumes ou conforme a possibilidade do paciente.

Aline Sousa Santos Mendonça

Nutricionista

Goiânia


A desidratação ocorre quando o corpo não tem fluidos em quantidade suficiente para continuar funcionando adequadamente. Perdemos água todos os dias: em nosso suor, urina, fezes e sob a forma de vapor quando respiramos. Juntamente com a água, pequenas quantidades de sais minerais também são perdidos. Além disso, a água é responsável por nutrir as células do nosso corpo e garantir que todas as funções serão devidamente cumpridas. Ao perder muita água, o corpo ficar fora de equilíbrio ou desidratado. A desidratação severa pode levar à morte. Os principais sintomas são: urina amarelo escuro, boca seca, dor de cabeça, tontura, sede e cansaço.

Andreia Rodrigues

Nutricionista

São Paulo

Quais profissionais tratam Desidratação?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.