Hanseníase - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - hanseníase

Encontre um especialista na sua cidade:
Kassiana Paula de Almeida

Kassiana Paula de Almeida

Dermatologista

Goiânia

Reynaldo Herdy

Reynaldo Herdy

Dermatologista

Nova Friburgo

Carolina Miranda

Carolina Miranda

Dermatologista

Resende

Alice Lage da Cunha

Alice Lage da Cunha

Dermatologista

Contagem

Andrea Albernaz Imbiriba

Andrea Albernaz Imbiriba

Dermatologista

Belém

Priscila Just

Priscila Just

Dermatologista

Recife

Perguntas sobre Hanseníase

Nossos especialistas responderam a 115 perguntas sobre Hanseníase

Provavelmente é um efeito colateral da medicação, pode ser melhorado, mas o ideal é uma consulta com médico dermatologia para avaliar o tipo de mancha.


O ideal é ainda não fazer uso de bebida alcoólica.


Olá! Pode haver sim interferência do tratamento para hanseníase na eficácia dos anticoncepcionais orais, especialmente devido ao uso da Rifampicina, utilizada no esquema padrão da hanseníase…

Especialistas falam sobre Hanseníase

A hanseníase, antigamente conhecida como lepra, é uma doença infecciosa causada por uma bactéria chamada Mycobacterium leprae ou bacilo de Hansen, tendo sido identificada no ano de 1873 pelo cientista Armauer Hansen. É uma das doenças mais antigas, com registro de casos há mais de 4000 anos, na China, Egito e Índia. A doença tem cura, mas, se não tratada, pode deixar sequelas. Hoje, em todo o mundo, o tratamento é oferecido gratuitamente, visando que a doença deixe de ser um problema de saúde pública.

Israel Leitão

Dermatologista

Fortaleza

Agendar uma visita

Hanseníase é doença infecciosa, antigamente conhecida como lepra, que causa dano principalmente à pele e nervos, com manchas dormentes. É doença curável, com tratamento fornecido gratuitamente pelo ministério da saúde, embora os pacientes ainda sofram estigma e preconceito nos dias de hoje, causados pelo desconhecimento sobre a condição. Esse mesmo preconceito gera atraso nos pacientes com sintomas procurarem atendimento médico, causando sequelas crônicas. Muitos pacientes escondem inclusive de seus familiares sobre seu diagnóstico. É importante reforçar sempre que hanseníase não pega com toque, um beijo ou abraço, sendo que o carinho, cuidado e atenção fazem parte importante do tratamento.

Renata Figueira

Dermatologista

Brasília

Quais profissionais tratam Hanseníase?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.