Melasma - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Nomes alternativos: Cloasma.

Especialistas em melasma

Encontre um especialista em Melasma na sua cidade:
Juliana Carnevale Pina

Juliana Carnevale Pina

Dermatologista

Rio de Janeiro

Silmar Régis Camarini

Silmar Régis Camarini

Dermatologista

Ji-Paraná

Janaina Garrido Novaes

Janaina Garrido Novaes

Dermatologista

Salvador

Laura Maria Oliveira Cruz

Laura Maria Oliveira Cruz

Dermatologista

Aracaju

Cristiana Ferreira Marzagão

Cristiana Ferreira Marzagão

Dermatologista

Belo Horizonte

Marcia Ferraz Nogueira

Marcia Ferraz Nogueira

Dermatologista

São Paulo

Perguntas sobre Melasma

Nossos especialistas responderam a 39 perguntas sobre Melasma

Dra. Érika Maciel Fávero
Dra. Érika Maciel Fávero
Dermatologista
Guarapari
O Melasma é uma alteração de pele que depende de vários fatores, mas o sol é sem dúvida, o mais importante deles; devido a isso, o tratamento nem sempre é tão fácil. Utilizamos cremes dermatológicos…
7 respostas

Olá! Esse procedimento não é indicado para o tratamento do melasma. Sugiro que você consulte um dermatologista da sua confiança para avaliar corretamente e propor o melhor tratamento para o seu…
3 respostas

Dra. Isis Oliveira
Dra. Isis Oliveira
Dermatologista
Belo Horizonte
Bom dia. O melasma e uma mancha de pele crônica, ou seja, não tem cura e sim controle. Diversas são as causas envolvidas e o tratamento proposto sera baseado apos consulta para definição de que…
3 respostas

Especialistas falam sobre Melasma

O Melasma é um distúrbio da pigmentação muito frequente na nossa população. O sol, genética, gravidez e anticoncepcional são os principais fatores relacionados com seu aparecimento. Além dos cremes clareadores, protetores solares e peeling químicos, o laser pode ser uma das opções, principalmente nos casos resistentes.

Denise Matos Do Amparo

Dermatologista, Especialista em medicina estética

Salvador


O melasma, antigamente conhecido como "máscara gravídica", é uma das doenças da pele da face mais frequentes no Brasil. Causado pela luz ultravioleta do sol associada à predisposição individual, também pode ser influenciado por hormônios femininos (anticoncepcionais ou gravidez) e, em menor grau, pela luz artificial, especialmente nas peles mais escuras. Seu tratamento é muito difícil e as recorrências são frequentes. Por isso, o ideal é buscar o acompanhamento com um dermatologista logo que a doença se manifeste. Não é raro observar pessoas com danos irreversíveis na pele causados por tratamentos caseiros ou sem orientação.

Andre Lauth

Dermatologista

Curitiba

Agendar uma visita

O melasma são manchas escuras que aparecem principalmente no rosto pós gravidez , pós exposição solar , por uso de medicamentos e outros . São de difícil tratamento e dificilmente desaparecem . Temos que ter em mente que quem tem melasma ,vai cuidar da pele pra sempre , o que deveria ser rotina mesmo . Podemos usar clareadores , ácidos , hidroquinonas, peelings , laser . O uso de filtro solar é imperativo , mesmo sem a exposição solar . Requer tempo e dedicação , mas o que de melhor podemos fazer por nós mesmos , senão o auto cuidado ? Bjs

Renata Fogaça Campanha

Ginecologista, Especialista em medicina estética

Campinas


O melasma é uma mancha inestética, geralmente facial, de predomínio feminino e difícil tratamento. Relaciona-se com a exposição solar e, em muitos casos, com a exposição a hormônios femininos como na gravidez e uso de contraceptivos hormonais. Peelings, laseres e microagulhamento fazem parte do arsenal terapêutico mais moderno para essa patologia, mas a fotoproteção solar adequada é o pilar do tratamento. Mais informações nosso site.

Carolina Lins Lacerda De Melo

Dermatologista

Recife


O melasma é uma doença crónica com tratamento desafiador. o principal mito em relação a essa doença é que o tratamento deve ser suspendido no verão, o que não faz sentido, uma vez que é o momento de maior exposição ao sol, que é o maior agravante da doença. Hoje o principal pilar de tratamento ainda é o uso de clareados e protector solar + peeling químicos. Os lasers ainda não conseguiram resultados muito favoráveis, porem o microagulhamento vem ganhando muito espaço com resultados muito favoráveis.

O melasma é caracterizado por manchas em tons de marrom que aparecem geralmente na face, podendo se manifestar também nas regiões do colo e braços. Seu predomínio é nas mulheres e o tratamento costuma ser difícil. Trata-se de um problema diretamente relacionado a exposição solar e, em muitos casos, com a exposição a hormônios femininos como na gravidez e uso de contraceptivos hormonais. Peelings, lasers e microagulhamento fazem parte do arsenal terapêutico mais moderno para essa patologia, mas a fotoproteção solar é o pilar do tratamento.

Ana Carulina Moreno

Dermatologista

Rio de Janeiro


Melasma é uma das causas mais comum de manchas na região central na face. Se manifesta como manchas escuras na pele, em geral de aspecto rendilhado, que normalmente aparecem na região central da face ou em outras áreas expostas ao sol. Avaliamos predisposição genética, alterações hormonais e exposição cumulativa ao sol que são fatores que causam a condição. Não possui cura, mas tem tratamento! Requer proteção solar rigorosa com protetores com cor (que protegem da luz visível), uso de clareadores, e pode-se associar tratamentos de consultório, como peelings, laser e microagulhamento para otimizar o resultado. Ou seja, dá para ficar sem melasma aparente, desde que se mantenha tratamento.

Melasma ou cloasma é caracterizado por manchas acastanhadas que ocorrem na face principalmente de mulheres que pioram com a exposição solar, pode estar associado à gravidez ou uso de pílula anticoncepcional. Seu tratamento inclui : fotoproteção tópica e oral, uso de cremes clareadores , peeling, laser e infusão de medicamentos clareadores diretamente na pele. Este deve ser iniciado o quanto antes para uma melhor resposta terapêutica.

Cintia Otsubo

Dermatologista

São Paulo


Melasma se caracteriza por manchas na pele que pode acometer tanto mulheres como homens, geralmente localizadas na face trazendo uma insatisfação estética e algumas vezes baixa auto estima. Como formas de tratamento existem os ácidos peelings, laser entre outros.

Raila Brito Macedo

Dermatologista

Fortaleza


O Melasma é uma doença comum que acomete mais as mulheres que os homens e tem como principais fatores de risco história familiar da doença, exposição solar, uso de hormônios femininos e gestação. O tratamento baseia-se em uso de protetor solar, creme clareadores e, em casos específicos, peelings e Laser.

Paula Corrêa

Dermatologista

Recife


Melasma é uma hiperpigmentação da pele, decorrente da deposição aumentada de melanina, proteína que garante a coloração da pele e evita os danos da radiação ultravioleta no DNA. O transtorno resulta na formação de manchas castanho-escuras ou marrom-acinzentadas, com limites bem demarcados, mas formato irregular. Embora se localizem preferencialmente na face, na região das maçãs do rosto, da testa, do lábio superior, no queixo e nas têmporas, as lesões também podem surgir no colo, pescoço e antebraços. O tratamento adequado é escolhido após uma avaliação correta da pele e pode abranger cremes clareadores, peelings, lasers, microagulhamento entre outros.

Alessandra Toledo

Dermatologista

São Paulo

Agendar uma visita

O melasma se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas que podem ocorrer também nos braços e colo.Não há uma causa definida, mas esta condição está relacionada a uma predisposição pessoal, agravada pelo uso de anticoncepcionais femininos, gravidez e, principalmente, exposição solar. Os tratamentos compreendem o uso de clareadores como hidroquinona, arbutin, ácido azelaico, ácido retinoico, ácido glicólico e filtros solares físicos e químicos, associados com pigmento para proteção da radiação solar e luz visível. Podem ser usados antioxidantes orais, lasers e microagulhamento de acordo com a evolução do quadro.

Paula Amorim

Dermatologista

Rio de Janeiro


São manchas escuras ou acastanhadas que aparecem na pele, nas regiões do rosto, pescoço, colo e braços. Como não há uma causa definida para o melasma, alguns fatores podem desencadeá-la: exposição ao sol, gravidez, anticoncepcionais femininos, hormônios e o histórico familiar. Os tratamentos podem ser com o uso de protetores solares (físicos e químicos), medicamentos específicos, cremes clareadores a base de hidroquinona, ácido glicólico e azeláico, além de peelings, laser, luz intensa pulsada.

Giselle Sanches

Dermatologista, Especialista em medicina estética

São Paulo

Agendar uma visita

Melasma requer cuidado a vida toda com fotoproteção, evitando processos inflamatórios e utilizando clareadores tópicos. Algumas vezes requer associação de laser, mesoterapia e peelings. Conheça o protocolo que desenvolvemos para o controle do seu melasma.

O melasma é uma afecção dermatológica que afeta uma parcela elevada da população. Caracteriza-se pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas também pode ocorrer em locais extra-faciais (pescoço, colo e braços). Afeta com maior frequência as mulheres, também podendo ser visto nos homens. Não tem uma causa definida, mas alguns fatores podem predispor ou agravar as manchas, tais como: predisposição genética, uso de anticoncepcional, gravidez e exposição solar. A exposição à luz untravioleta, até mesmo a luz visível, é o principal fator desencadeante. O melasma não tem cura mas sim controle. Muitas vezes, o tratamento inadequado pode piorar o melasma.

Ana Caroline Barreto Antunes

Dermatologista

Presidente Prudente

Agendar uma visita

O melasma é uma patologia hipercrômica muito frequente causada por distúrbio de pigmentação. Existem tratamentos com medicações tópicas, peeling químico, aplicação intralesional de medicamentos e microagulhamento. É essencial a fotoproteção com filtro solar, chapéu, boné ou viseira.

Melasma é uma doença que causa manchas na pele principalmente do rosto, muito relacionado com a exposição solar. Pode ser classificado como superficial, produndo ou misto, sendo os dois ultimos mais dificeis de tratar, normalmente necessitando de procedimentos como laser, microagulhamento ou MMP (microinfusão de medicamentos na pele) que potencializam bastante o tratamento diário com cremes. Essas tecnicas nos permite fazer a liberação da medicação selecionada exatamente no local e nas camadas da pele acometida.

Melasma é uma condição que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, e mais raramente nos braços, pescoço e colo. Afeta mais frequentemente as mulheres, porém homens também podem ser acometidos. Apesar de não haver cura, atualmente existem tratamentos capazes de melhorar esta doença, tais como clareadores tópicos, injetáveis e medicações orais. Agende a sua consulta para obter um protocolo de tratamento único e individualizado.

Melasma é uma doença que causa manchas na pele principalmente do rosto. Relacionado na maioria das vezes com a exposição solar, alterações hormonais durante a gravidez, uso de anticoncepcionais. Tem diversos tipos de tratamentos como procedimentos com laser, microagulhamento, peelings. Além de tratamentos domiciliares que potencializam os descritos anteriormente.

Uma queixa muito frequente no consultório, o melasma é uma dermatose que acomete frequentemente as mulheres, contudo alguns homens também podem apresentar esse problema. Caracteriza-se pelo surgimento de manchas escurecidas na face relacionadas especialmente à exposição solar. Outras causas relacionadas são o uso de anticoncepcionais, história familiar e ausência do uso do protetor solar. Não há uma cura descrita, contudo existem várias alternativas de tratamento, que incluem medicamentos tópicos, peelings, microagulhamento na técnica IPCA com drug delivery e lasers específicos. Procure um médico dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia para tratamento adequado.

Também uma das queixas mais comuns, que afeta grande parte das mulheres brasileiras e que afeta a auto-estima de muitas. Homens também podem apresentar o quadro, mas é menos frequente. O cuidado com a pele de quem tem melasma deve ser constante e bem orientado, visto que o sol e muitos procedimentos estéticos podem agravar o quadro. O acompanhamento deve ser realizado a cada 2/3 meses no consultório, individualizando o tratamento de acordo com a pele e a época do ano. Alguns procedimentos podem ser associados para melhora do resultado.

Fernanda Gomes Cattete

Dermatologista

Lauro de Freitas


O Melasma é uma das manchas que mais causam sofrimento, tristeza e reclusão. Você não precisa virar refém dessa mancha, pois existe tratamento! Não é nada fácil tratar Melasma, pois são muitos fatores que influenciam em seu surgimento e manutenção, mas com um tratamento totalmente individualizado para seu caso, conseguiremos manter o Melasma sob controle. Hoje em dia existem cremes clareadores, tratamentos com peeling, microagulhamento e alguns lasers que podem auxiliar no tratamento. Além disso, existem fotoproterores orais e outras medicações que podemos usar com obejtivo de clarear as manchas.

Cinthia Orasmo

Dermatologista

São Paulo

Agendar uma visita

O melasma é uma doença crônica presente em pacientes com predisposição genética e hormonal ,sendo mais frequente nas mulheres, mas também pode acometer homens. Geralmente é precipitada pela gravidez ou uso de anticoncepcionais, mas acredito que a alimentação atual sobrecarregada de hormônios também possa ser uns dos gatilhos. Infelizmente ainda não existe cura e depois de abrir o quadro da doença o paciente precisará de tratamento continuo principalmente com filtros solares de qualidade, fator de proteção alto e preferência com cor. Outras opções de tratamento são os ácidos, peeling,laser, microagulhamento, fotoprotetores e clareadoras orais.

Jomara Estefaneli

Dermatologista

Rio de Janeiro


Geralmente o tratamento do melasma é um desafio tanto para o médico como para o paciente e se ambos não se empenharem pode ser frustrante. O melasma não é grave mas causa um desconforto estético muito grande. Para controlar o problema temos várias opções entre elas: peelings, microagulhamento (IPCA), LASER e MMP e etc . Apesar de toda tecnologia o dia-a-dia do tratamento que fica por conta do paciente com uso do filtro solar adequad e, calreadores ( que podem ser para passar e para tomar ) é muito importante nesta verdadeira batalha que é o tratamento do Melasma!

Tais Bonilha Alves

Dermatologista

São Paulo


O melasma se caracteriza por manchas escuras na pele do rosto, braços, pescoço ou colo. É mais frequente em mulheres, mas também pode ser visto em homens. Seu aparecimento está ligado à exposição solar, a fatores genéticos e a fatores hormonais (gravidez, anticoncepcionais). Além dos protetores solares e clareadores mais adequados para cada tipo de pele, o dermatologista poderá propor tratamentos baseados em peelings, Indução percutânea de Colágeno e Microinfusão de Medicamentos na Pele, para alcançar melhores resultados.

O melasma é um distúrbio de pigmentação muito comum em mulheres morenas, gestantes e usuárias de anticoncepcionais orais ou com doenças da tireoide.São manchas acastanhadas que surgem em geral na região lateral das bochechas,, acima dos lábios, testa e queixo e costumam ser persistentes e de difícil tratamento. O principal fator de piora é a exposição solar e uso de ácidos muito fortes sem a proteção devida. O tratamento deve ser iniciado com protetores solares com alto FPS, (em geral prescrevo acima de 50), com cor , uso de chapéus, sombrinhas e clareadores. As novidades são o microagulhamento, e o ácido tranexâmico oral, ambos com bons resultados quando bem indicados.

Fernanda Paglia Duran

Dermatologista

Brasília


Melasma é uma doença crônica que cursa com manchas no rosto, muito comum no Brasil, especialmente em mulheres. Impacta muito negativamente na qualidade de vida das pacientes. Há diversas possibilidades de tratamento, incluindo medicações de uso tópico e sistêmico, além de tratamentos estéticos, como laser, peelings e microagulhamento. Possuo experiência nas diversas modalidades de tratamento, com bons resultados.

Tratamento de melasma tópico, via oral e procedimentos (peelings químicos, microagulhamento com drug delivery)

Aline Somacal

Dermatologista

Curitiba


Melasma são manchas escuras, persistentes, de caráter crônico, geralmente acometendo a face, muito frequentes em mulheres jovens e adultas no Brasil. Embora vários fatores possam estar envolvidos entre as suas causas, nosso clima tropical, com alta incidência de radiação solar o ano todo, facilita o surgimento da condição, além de ser muito frequente nas mulheres após a gestação. O calor e a luz visível ( inclusive de celulares, computadores, tablets e lâmpadas fluorescentes) são outros fatores predisponentes. Pode causar inúmeras limitações aos pacientes, principalmente repercussões emocionais. Embora ainda não haja uma cura, com tempo, dedicação e paciência, podemos melhorar essa condição.

Renata Figueira

Dermatologista

Brasília

Agendar uma visita

Melasma é uma lesão que não tem cura completa, pois a pele do paciente tem facilidade para manchar. Para um tratamento global utilizo laser, cremes clareadores e suplementos orais. Além do protetor solar diário.

Gustavo Saczk

Dermatologista

Curitiba

Agendar uma visita

Melasma se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas pode também em outros locais como braços, pescoço e colo. Afeta mais frequentemente as mulheres, podendo ser vista também em homens. Não há uma causa definida, mas muitas vezes esta condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, à gravidez e, principalmente, à exposição solar. Dispomos de diversos tratamentos hoje com bons resultados. Um acompanhamento constante é necessário para um resultado satisfatório.

Isabela Pitta Rodrigues

Generalista

Curitiba


Melasma é uma alteração crônica da pigmentação da pele que se manifesta como manchas amarronzadas na pele exposta ao sol (rosto, colo, braços), surgem principalmente em mulheres adultas, sua causa é multifatorial (exposição solar, fatores genéticos, ambientais, e hormonais). O diagnóstico é fundamental para se iniciar o tratamento adequado, que deve ser feito por um dermatologista. As opções de tratamento são: fotoprotetores, medicamentos tópicos, orais, e procedimentos estéticos, como os peeling químicos e o microagulhamento. Por ser uma doença crônica, a prevenção da recidiva é fundamental, e o filtro solar e a melhor forma de prevenção.

Melasma é uma patologia crônica e recidivante, de difícil controle. Para melhores resultados, realizo a juncão de tratamentos consagrados e modernos no combate a essa afecção que acomete a grande parte da população.

Melasma é um distúrbio pigmentar da pele, mais comum entre as mulheres, de causa multifatorial. Fatores como alteração hormonal, exposição à radiação solar e ao calor são importantes para a gênese desta discromia. Os tratamentos são realizados através do uso de despigmentantes (clareadores), peeling físicos e químicos, laser, luz intensa pulsada, além de fotoprotetores com amplo espectro de proteção solar e fotoeducação. Existem estudos que comprovam que determinadas substâncias de uso oral podem ajudar na melhora deste distúrbio pigmentar.

Alexandre Fabris

Dermatologista

São Paulo

Agendar uma visita

Melasma são manchas que surgem mais frequentemente na pele do rosto, mas também podem atingir braços, colo e pescoço. Não têm uma única causa específica, acredita-se que estão relacionadas, principalmente, à exposição solar, também ao uso de anticoncepcionais e ao estado de gravidez e, sendo a predisposição genética e a cor de pele mais escura também fatores de risco. Tratamento Os tratamentos variam, mas há uma orientação comum entre eles: proteção solar diária. Conheça alguns dos cuidados e dos tratamentos para o melasma: Fotoproteção Cremes despigmentantes Peelings Laser Microagulhamento Prevenção Prevenir ainda é o melhor remédio contra o melasma, portanto, use e abuse do protetor solar.

Victor Bechara

Dermatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O melasma é uma doença comum, mais frequente nas mulheres, muitas vezes conhecido como "mancha da gravidez". O seu tratamento baseia-se no uso de fotoprotetor e cremes clareadores, e pode ser potencializado com tecnologias como peeling e MMP.

O melasma (manchas escuras no rosto) normalmente é uma doença causada por questões genéticas + ação hormonal + radiação acumulada ao longo da vida (seja ela solar ou de fontes luminosas – como Smartphones por exemplo). Apesar de não haver gravidade, normalmente as pessoas se incomodam esteticamente com a situação, o que nos leva a sempre fazer questão de tratar. Até hoje não se descobriu uma cura definitiva, porém existem inúmeras estratégias de controle e elas devem ser discutidas junto ao seu dermatologista para lhe proporcionar conforto/bem estar no longo prazo.

As causas do melasma não foram totalmente elucidadas mas sabemos que o aparecimentos dessas manchas acastanhadas tem relação com a exposição solar e à luz em geral, a fatores hormonais e genéticos. A exposição solar ou à luz visível estimula a célula responsável pela produção de melanina, o melanócito. Características raciais também podem predispor ao aparecimento do melasma, já que os melanócitos presentes na pele de pessoas de origem indiana, hispânica, asiática e afrodescendentes são mais “ativos”. Fatores hormonais como gravidez, uso de anticoncepcionais hormonais e terapia de reposição hormonal também estão relacionados ao aparecimento do melasma.

Nicole Perim

Dermatologista

Belo Horizonte

Agendar uma visita

As manchas no rosto e muitas vezes também no colo e no braço são bem temidas pelas pessoas. Somente após uma consulta com avaliação precisa conseguimos verificar a profundidade do seu melasma e qual tratamento mais específico para suas manchas (tópicos, peeling, microagulhamento, MMP, radiofrequência microagulhada, laseres).

Maria Gabriela Gonçalves Coura

Dermatologista

São José dos Campos

Agendar uma visita

Problema que incomoda muitas mulheres. São manchas que ocorrem no rosto, principalmente após a gestação. Cada tipo de pele responde a determinado tratamento. Alguns procedimentos realizados em consultório incluem peelings químicos e microagulhamento. Para casa, uma receita médica personalizada para ajudar no clareamento inclui cremes despigmentantes e filtros solares tópicos e via oral.

Murilo Calvo Peretti

Dermatologista

Presidente Prudente

Agendar uma visita

O melasma é uma doença crônica caracterizado por manchas escuras na pele principalmente em áreas expostas ao sol, como a face. O principal fator desencadeante é a exposição solar, por isso o uso de protetores solares com alto fator de proteção é essencial para o tratamento. Há ainda outros fatores relacionados como gravidez, uso de pílulas anticoncepcionais, exposição a luz visível (como a tela do computador) e exposição ao calor. O tratamento é realizado com uso de ácidos e cremes clareadores em casa, podendo ser realizados procedimentos como peelings químicos, microagulhamento e alguns tipos de laser.

Andre Cherubim

Dermatologista

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Melasma?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.