Leucorréia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - leucorréia

Encontre um especialista na sua cidade:
Karin Américo Mozzato

Karin Américo Mozzato

Médico clínico geral, Ginecologista

Sorocaba

Maria Eugênia Lins Catunda

Maria Eugênia Lins Catunda

Ginecologista

Manaus

Ana Silvia Seki

Ana Silvia Seki

Ginecologista

São Paulo

Raiza Karoline Monteiro

Raiza Karoline Monteiro

Ginecologista

Brasília

Liliane De Melo Guimaraes

Liliane De Melo Guimaraes

Ginecologista

São Paulo

Thais Helena Souza Silotti

Thais Helena Souza Silotti

Ginecologista, Sexólogo

Manaus

Perguntas sobre Leucorréia

Nossos especialistas responderam a 2 perguntas sobre Leucorréia

Existem secreções vaginais fisiologicas, porém não cursam com odor ou irritação vulvar. O ideal é procurar um ginecologista para exame mais detalhado podendo coletar uma cultura da secreção.
2 respostas


É necessário avaliar a secreção, pois o aspecto é sugestivo do acometimento, em geral. Agende consulta para melhor avaliação. Até.
1 respostas

Especialistas falam sobre Leucorréia

Ou corrimento vaginal. Alteração frequente, já apresentada pela maioria das mulheres. São causados pelo aumento da secreção produzida pelas glândulas da vagina. Podemos dividir os corrimentos em alguns grupos: - pacientes virgens (infecções, alergias, irritações químicas ou mecânicas, contaminações) - pacientes com vida sexual (infecções, doenças sexualmente transmissíveis, alergias, irritações quimicas ou mecânicas, contaminações) Mudanças de hábitos podem ser necessárias para evitar recorrência. A avaliação clinica das características da secreção, trofismo da mucosa genial e pele vulvar, além da avaliação do útero e anexos é mandatória para indicação de terapêutica adequada.

Diogo Crevatin Sheldon

Ginecologista

São Paulo


Corrimento vaginal que incomoda com odor , ardência ou prurido( coceira). Alguns casos de tratamento fácil e outros podem ser recorrentes que necessitam de maior cuidado com exames específicos e tratamento mais prolongados.

Silvia Regina De Oliveira Freitas

Ginecologista

São José Dos Pinhais


A leucorréia ou simplesmente corrimento vaginal em geral é causada por uma infecção que pode ser causada por fungos, bactérias ou protozoários. As causas mais comuns são: por fungo, denominada de candidíase, causa corrimento branco ou esverdeado, com coceira vulavar,sem odor fétido, com grumos semelhantes ao leite coalhado.A causada por bactéria por ser uma infecção bacteriana mista ou pela Gardnerella vaginalis , que causa um corrimento branco-acinzentado, com odor fétido. Uma outra causa de corrimento é pelo Tricomonas que també pode apresentar odor e geralmente é bolhoso e causa irritação urinárias. O diagnóstico é eminentemente clínico o que diferencia o médico completo, que examina.

Julio Mayer De Castro Filho

Ginecologista

Osasco


Conhecido popularmente como "corrimento vaginal", a leucorréia pode ser devido infecção vaginal por bactérias ou fungos, ou podem ser mesmo secreção vaginal "normal", que chamamos de fisiológica . Para diferenciar os tipos de corrimento a paciente deve ser sempre examinada pelo ginecologista, que pode contar com a ajuda de alguns exames laboratoriais para fazer o correto diagnóstico.

Quais profissionais tratam Leucorréia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.