Neoplasias renais - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que é?

Neoplasia é o crescimento descontrolado das células formando um tumor. Quando isso acontece nos rins, elas são chamadas neoplasias renais. Podem ser benignas ou malignas (cancerígenas). Aproximadamente 85% das neoplasias encontradas no órgão são malignas.

Qual é a causa?

Não é possível apontar a causa das neoplasias, mas apenas os fatores de risco relacionados com seu aparecimento. Sabe-se que elas são mais comuns em homens que em mulheres na proporção de dois casos por um. O envelhecimento também é indicado como importante no desenvolvimento das neoplasias renais. Pessoas com mais de sessenta anos são mais afetadas pelo tumor. Outros motivadores do desenvolvimento do quadro de neoplasia renal são: hábito de fumar, obesidade, hemodiálise de longa duração, exposição a substâncias como cádmio, derivados de petróleo e asbesto. Pacientes que desenvolveram a síndrome de Von-Hippel-Lindal (doença genética que envolve o crescimento anormal de tumores) e doença renal policística possuem mais chances de ter tumores nos rins.

Quais os sintomas?

No início não há qualquer sintoma. Só mesmo com o crescimento do tumor é que algumas manifestações podem ocorrer. Geralmente o primeiro sinal é o aparecimento de sangue na urina. Mesmo assim em quantidade tão pequena que não pode ser percebida a olho nu. Eventualmente pode ser sentida dor na região lombar ou algum desconforto. Porém, isso também não acontece na maioria dos casos. Normalmente a dor só aparece quando há obstrução no fluxo de urina. Quando o tumor está em estágio mais avançado podem surgir sintomas como febre, sudorese e aumento do volume abdominal.

Como fazer o diagnóstico?

Não é possível identificar o tumor a partir do exame clínico. Eventualmente o médico pode perceber o aumento do volume da região, mas precisa recorrer a exames laboratoriais e de imagem para definir o diagnóstico. Na grande maioria das vezes, o tumor no rim só é descoberto a partir de queixas dos pacientes sobre outros problemas. Exames de sangue e de urina podem apontar um problema na região, assim como a ultrassonografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Qual o tratamento?

Independentemente de o tumor ser benigno ou maligno, a cirurgia é a única opção de tratamento. Nos tumores renais malignos, a quimioterapia tem se mostrado ineficiente.

Especialistas em neoplasias renais

Encontre um especialista em Neoplasias Renais na sua cidade:
Fábio Lepper

Fábio Lepper

Cirurgião geral, Urologista

Joinville

Ari Adamy

Ari Adamy

Urologista

Curitiba

Dr. Guilherme Maia

Dr. Guilherme Maia

Urologista

Recife

Leandro Kruel

Leandro Kruel

Urologista

Passo Fundo

Diego Genelhu De Abreu Cobe

Diego Genelhu De Abreu Cobe

Urologista, Cirurgião geral

Vila Velha

Perguntas sobre Neoplasias renais

Nossos especialistas responderam a 9 perguntas sobre Neoplasias renais

O exame complementar ajuda. Mas sempre a visão direta pelo cirurgião é importantíssima. No caso de alguma lesão suspeita, não vista na tomografia, ela será abordada.
2 respostas

Dr. Victor Hugo Senra Victor
Dr. Victor Hugo Senra Victor
Urologista
Rio de Janeiro
Não tem como ser visualizada "mancha" na ultrassonografia. Seria necessário checar o exame e o laudo para saber do que se trata.
1 respostas

Dra. Maria Carolina Storte
Dra. Maria Carolina Storte
Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral
Santos
Depende da localização do tumor. Se for de laringe, faringe, esôfago ou estômago, pode haver sangramento e posterior vomito com sangue.
1 respostas

Especialistas falam sobre Neoplasias Renais

O tumor renal é o terceiro câncer urológico mais comum. Antigamente o diagnóstico era feito mais tardiamente , pois não dispúnhamos de métodos de imagem avançados . Dos anos 1980 para cá , temos visto muitos casos sendo descobertos incidentalmente por meio de tomografias e ultrassonografias realizados de rotina . O tratamento se baseia exclusivamente na retirada do tumor , com ou sem o rim . A cirurgia laparoscopia e robótica são as mais indicadas para realizar esse procedimento , pela sua pouca invasibilidade. Na maioria dos Centros de Excelência , se considera a nefrectomia parcial para tumores ate 4 cm e a total para os tumores maiores que 4 cm . Procure um urologista experiente!

Lessandro Curcio

Urologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Neoplasia renal é o nome dado a todo o crescimento de tecido anormal nos rins. Isto pode representar uma lesão benigna ou maligna. Em geral, a remoção cirurgica é o método mais utilizado, mas em situações especiais, uma biópsia antes da cirurgia pode ser necessária. Existem outros tipos de tratamentos que não removem e apenas destroem as lesões. esses métodos são conhecidos como radiofrequencia ou crioablação (destruição a calor ou a frio, respectivamente). Em geral, não é necessário a utilização de quimioterapia ou radioterapia. Em casos de doença com metástases, a cura não é possivel mas a doença ainda pode ser controlada com novas medicações que agem na formação de vasos sanguíneos.

Quais profissionais tratam Neoplasias renais?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.