Desvio do septo nasal - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Que outros problemas podem bloquear o nariz?

A respiração nasaldeficiente é causada por um desvio de septo nasal que pode gerar doenças da mucosa do nariz, como a alergia a pólen, poeira, ácaros, fungos e animais, assim como uma sensibilidade significativa ás condições de ambiente insalubre, como respirar ar excessivamente seco contaminado com fumaça, e constantes mudanças  de temperatura, devido ao ar condicionado. O uso excessivo ou prolongado de medicação para respirar melhor, e vasoconstritores, fazem com que o muco se acostume com o efeito descongestionante, de modo que quando parar de tomar um efeito de ricochete ocorre a mucosa do nariz inchaobstruindo de novo. Mau hálito também pode ser inchaço nasal causado por outras estruturas dentro do nariz (cornetos), ou por obstrução mais profunda. Em casos muito raros, a causa pode ser um tumor. Todas estas circunstâncias estão sendo estudadas cuidadosamente pelos otorrinolaringologistas para se fazer um diagnóstico correto de um desvio de septo nasal.

Como é que o desvio de septo?

O desvio de septo pode ser inato ou pode ser causado por trauma na face devido a quedas ou pancadas, geralmente durante a infância, onde os sintomas não se manifestam. Como o nariz da criança é muito flexível, e muitas vezes o desvio passa despercebido. Durante o desenvolvimento, as fraturas que ocorreram na infância contribuem para a deformidade do nariz, produzindo nessa fase na vida ou na fase adulta, os sintomas de obstrução nasal.

O desvio de septo pode ser causado por trauma tanto do lado de fora do nariz ou na pirâmide nasal e septo nasal, ou ambas as estruturas. Ele pode causar fraturas e luxações, afetando o osso e cartilagem. A posição proeminente do nariz é a lesãos mais comum do rosto que causa este tipo de trauma . Ela geralmente ocorre em acidentes de trabalho ou durante a prática desportiva e agressão. No entanto, os acidentes são os que envolvem uma maior gravidade, pelas lesões associadas que ocorrem. Os golpes de baixo para cima são aqueles que causam, mais freqüentemente, as fraturas do septo nasal. É importante o tratamento precoce da causa de desvio do septo nasal traumático para evitar as conseqüências da obstrução nasal da via aérea.

Trauma nasal em crianças e jovens que ainda estão em desenvolvimento pode afetar os centros de crescimento dos ossos e cartilagem do septo nasal, e pode produzir desvios significativos do septo durante o crescimento subseqüente. Como o nariz da criança é mais flexível, ou tem mais cartilagem, ocorre frequentemente, além de fraturas do septo, curvaturas que ocorrem durante o desenvolvimento correspondente ao desvio de septo nasal, aparecendo, portanto, na fase adulta.

Outras causas que podem causar desvio do septo nasal é um desenvolvimento defeituoso do palato, um mau começo de dentes permanentes, o fraco desenvolvimento dos seios da criança quando ela chupa o dedo e também, têm o hábito de pressão contínua da língua no palato língua.

Quais são os sintomas?

Quando o desvio de septo nasal é ruim, é percebido como falta de ar. Há uma perda da sensação normal da respiração através do nariz com sucesso, que é a sensação produzida pela colisão das correntes de ar que entra pelo nariz ou ar inalado contra as estruturas internas nasal. Quando estas correntes são alteradas resultam em turbulência.

Pode ser acompanhada de dor de cabeça, nariz seco, ronco durante o sono, agravamento de cheiro, sangramento nasal, crostas no nariz e resfriados. Se o desvio é muito pronunciado, pode entupir seus seios e causa sinusite.

Como é o diagnóstico?

O diagnóstico é feito principalmente por sintomas de obstrução nasal no paciente. Aqui, vamos explorar o interior do nariz com um instrumento chamado rinoscópio, que permite visualizar as estruturas internas através da narina. Você também pode usar uma pequena câmera inserida através do nariz e permite ver toda a cavidade, a partir da mesma narina, até o fim, quando ele se comunica com a garganta. Fibroscopia é chamado se o instrumento é flexível, ou telescópio quando o dispositivo é rígido. Desta forma, podemos distinguir outras causas. Tanto a análise da rhinoscope por fibroscopia como telescópios podem trazer um diagnóstico objetivo.

O desvio de septo pode ser mais velho e, portanto, de natureza cartilaginosa, ou posterior, ou componente ósseo. Normalmente, o desvio é misto, tanto cartilagem e osso. Em desvios mais cedo, pode fechar a narina, a respiração nasal claramente piora desse lado.

Realizar uma TC (tomografia computadorizada), permite que você veja todas as estruturas nasais, e quando solicitado, é para fins cirúrgicos. O otorrinolaringologista pode assim ver todos os detalhes antes da cirurgia.

Como é o desvio de septo nasal?

O tratamento é projetado para endireitar o septo nasal, de modo a restaurar uma boa respiração através do nariz, e cirurgia. Existem dois tipos: as operações abertas ou fechadas.

  • As operações são abertas quando se abre a seção da ponta do nariz para levantar parte da estrutura nasal e operar sob visão direta.
  • Operações fechadas são aquelas realizadas através da narina. Operações tanto em aberto quanto fechado, atua sobre a cartilagem, osso, ou ambos. Os resultados são semelhantes, independentemente da técnica utilizada.

A anestesia geral e a duração da operação é normalmente entre 30 e 60 minutos.

Quando o paciente acorda da anestesia, nota que não pode respirar pelo nariz, que tem uma obstrução total das duas narinas, devido à necessidade de ligar o nariz para manter o septo em lugar certo e para obter uma boa coagulação do sangue, prevenindo hemorragias nasais. Este tampão é realizado de dois ou três dias. Após este tempo, retire a tampa e comece a respirar pelo nariz, num primeiro momento com alguma dificuldade devido ao inchaço e formação de crostas, ambas características da operação. Pouco a pouco a restauração da mucosa nasal e respiração é muito melhorada, e fica normal, na maioria dos casos, dentro de semanas.

Será que neste tipo de cirurgia tem complicações?

Na ocasião, pode haver correção insuficiente de deformidade septal ou perfuração do septo em si. As duas condições podem ser corrigidas por uma segunda operação.

Você pode fazer algo para evitar um desvio de septo?

Em relação às crianças, ensinar-lhes uma boa higiene, e garantir que eles não sofram problemas de obstrução nasal. Em relação aos adultos, principalmente ter cuidado face a situações de grave risco de acidentes, como a prática de certos esportes e motos e carros.

Uma boa dica

Um septo desviado  não impede a respiração nasal normal, e são situações que a maioria das pessoas sofrem. Você só precisa entrar em contato com o médico quando o desvio de septo obstrui um ou ambos os buracos.

Especialistas em desvio do septo nasal

Encontre um especialista em Desvio do septo nasal na sua cidade:
Marina Ferraz Gontijo

Marina Ferraz Gontijo

Otorrino

Brasília

Veloso Filho

Veloso Filho

Otorrino

Juazeiro Do Norte

Bruno Bernardo Duarte

Bruno Bernardo Duarte

Otorrino

Campinas

Gabriel De Castro Figueiredo

Gabriel De Castro Figueiredo

Otorrino

Maceió

Rodrigo Pereira

Rodrigo Pereira

Otorrino

Guarapuava

Perguntas sobre Desvio do septo nasal

Nossos especialistas responderam a 115 perguntas sobre Desvio do septo nasal

Prezada internauta, aconselho a retornar ao otorrino para uma avaliação, para descartar hematoma ou desvios causados pelo trauma ocorrido.
1 respostas

Você deve retornar ao seu médico para que ele olhe dentro do nariz. Pode haver o que chamamos de crostas e necessitar de limpeza. Recomendo sem pre lavagem nasal.
2 respostas

A respiração oral é uma das causas de halitose. Uma avaliação com otorrinolaringologista poderia ajudar você a saber se esta é a causa de sua halitose e propor algum tratamento se necessário.…
1 respostas

Especialistas falam sobre Desvio do septo nasal

A pilastra principal do nariz, responsável pela projeção na face e pela divisão das narinas é denominada cartilagem quadrangular septal. É uma placa ósteo-cartilaginosa, com formato retangular, dotada de função estrutural, peça central de um intrincado mosaico de ossos e articulações. As causas traumas ou a incompatibilidade entre as estruturas do nariz, face ou dentes. Ao “obrigar” o septo a abandonar seu eixo mediano, este irá desviar-se e adquirir situação oblíqua, ocupará área destinada ao fluxo aéreo, afetando a permeabilidade das narinas, que oferecerão resistência à entrada do ar e à drenagem das secreções. O tratamento, quando indicado, é cirúrgico com taxas de sucesso acima de 90%.

Gustavo Guagliardi Pacheco

Medico do sono, Otorrino

Rio de Janeiro


Situação anatômica que pode provocar processo obstrutivo nasal e alterar a ventilação nasal, inclusive predispondo à ocorrência de sinusites e rinites. A correção do problema é cirúrgica, e realizamos esse procedimento utilizando modernas tecnologias nos principais Hospitais do Rio de Janeiro.

O Desvio de Septo Nasal é uma tortuosidade da parede medial do nariz, que divide as duas narinas. Muitas vezes, o desvio, causa obstrução e esta pode evoluir a ponto de precisar de uma cirurgia. A septoplastia é simples, indolor, o paciente vai para casa no mesmo dia, não uso tamponamento nasal( tampão = curativo interno), sai da cirurgia respirando e sem dor, volta a suas atividades normais em uma semana.

O desvio de septo pode ser uma alteração com grande repercussão na qualidade de vida. Dificuldade na respiração, nariz obstruído, dificuldade para dormir, baixo rendimento em atividades físicas. Não necessariamente o tratamento da obstrução nasal causada pelo desvio septal precisa de correção cirúrgica. Um bom atendimento, exame físico detalhado e exames complementares ajudam na conduta correta e na decisão de qual o melhor tratamento para cada caso.

João Paulo Catunda Bastos

Otorrino

Fortaleza


O desvio do septo é talvez a principal causa de obstrução nasal. Muitas vezes tanto a porção óssea quanto a de cartilagem estão desviadas levando a uma congestão nasal predominante em uma das narinas. O tratamento para desvio de septo nasal é cirúrgico. Entretanto, atualmente o paciente submetido a septoplastia (cirurgia corretiva do desvio) na maioria das vezes é liberado para casa no mesmo dia da cirurgia, graças aos avanços tecnológicos e de anestesia. O uso de tampões nasais pós-cirúrgicos que causam extremo desconforto, hoje em dia é raro, e na maioria das vezes o paciente sai do centro cirúrgico respirando pelo nariz normalmente.

Paulo Saraceni Neto

Otorrino

São Paulo


A Rinoplastia Funcional é aquela com foco no aprimoramento da função respiratória. Na verdade, toda rinoplastia, estética ou não, deve ter sua atenção primordial na parte respiratória. Geralmente a função respiratória nasal, quando comprometida, é decorrente de dois tipos de problemas: Os Anatômicos e os Inflamatórios (Alergias). Os anatômicos são aqueles fatores que causem uma obstrução física à passagem de ar. As mais comuns são os desvios de septo, hipertrofia de cornetos, esporão ou desvios ósseo ou distúrbio de válvulas respiratórias. Nestes casos, somente a cirurgia é capaz de aprimorar a função, uma vez que propicia a desobstrução da passagem.

Luciano B. Loss

Cirurgião plástico

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O desvio de septo nasal pode causar obstrução na respiração e desvio do nariz, comprometendo de modo funcional e estético. O desvio de septo nasal deve ser corrigido em conjunto com a rinoplastia.

O septo nasal é uma estrutura que separa a cavidade nasal em duas, fossas nasais direita e esquerda. É composto por uma parte de cartilagem e outra parte de osso. Por problemas durante o desenvolvimento deste septo ou mesmo traumas nasais ele pode sofrer desvios importantes, ocluindo uma ou ambas as fossas nasais e causando sintomas como obstrução nasal ("nariz entupido") e até mesmo roncos e menor sensação de olfato. Quando isto acontece, ou seja, o desvio no septo nasal causa sintomas e redução da qualidade de vida, a cirurgia para sua correção está indicada. Esta cirurgia é a Septoplastia.

Édio Cavallaro

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O septo nasal é uma estrutura que separa uma narina da outra, portanto, teoricamente temos "dois nariz". Esta estrutura que parece uma divisória é composta anteriormente por cartilagem (flexível) e posteriormente por osso (rígido). Quando a cartilagem e ou o osso tem "tortuosidade" levará ao estreitamento ou mesmo fechamento de uma ou as duas narinas e nestes casos pode ocorrer sensação de nariz obstruído e a necessidade de procedimento cirúrgico "Septoplastia" para a correção. Importante saber que o procedimento se torna mais complexo caso outras estruturas estejam alteradas como conchas nasais ("carne esponjosa") , válvula nasal, nariz torto ou caído etc.

Nelson Solcia Filho

Cirurgião cranio-maxilo-facial, Otorrino

Campinas

Agendar uma visita

O septo é uma estrutura nasal composta de cartilagem e outra porção óssea. Os desvios dessa estrutura podem provocar obstrução nasal crônica, e são evidenciados com uma rinoscopia anterior, endoscopia nasal e ainda pela tomografia da face. Apesar de desviado o septo nem sempre necessita ser operado, dependerá muito do grau de obstrução, mas principalmente da queixa do paciente.

Dra Camila Conde Albernaz

Otorrino

Rio de Janeiro


Um septo desviado ocorre quando a parede fina (septo nasal) entre as cavidades nasais é deslocada para um lado, o que pode resultar na diminuição da passagem nasal. Quando esse desvio é severo, pode bloquear um lado do nariz e reduzir o fluxo de ar, causando dificuldade em respirar. Outros sintomas incluem: crostas, sangramento nasal, dor na face, respiração ruidosa e predisposição para rinossinusite. O diagnóstico é feito com o exame de rinoscopia, endoscopia nasal ou tomografia.O tratamento da obstrução nasal pode incluir medicamentos para reduzir o inchaço nasal (tratamento de rinite associada). Quando não efetivos, a septoplastia é o tratamento cirúrgico indicado.

O desvio de septo nasal é uma condição anatômica em que ocorre deslocamento da estrutura osteocartilaginosa que divide a fossa nasal em dois lados. É muito comum, mas nem sempre é sintomático - um desvio de septo sintomático é aquele capaz de causar obstrução à passagem de ar pelas fossas nasais, atrapalhando a respiração nasal do indivíduo especialmente em situações de maior demanda, como p. ex. durante atividades físicas. O desvio de septo pode se desenvolver espontaneamente no decorrer do crescimento facial ou em consequência de algum trauma nasal. Se o desvio é sintomático, a indicação é cirúrgica para correção da condição e melhora da respiração nasal.

Desvio de septo nasal é uma das causas mais comuns de obstrução nasal. O septo nasal é uma estrutura ósteo - cartilaginosa, localizada no meio do nariz, dividindo-o em duas narinas. Quando ele está "torto" para um dos lados, denominamos de desvio de septo nasal, que pode ou não estar associado a sensação de nariz "entupido", desconforto durante atividades físicas, respiração oral e roncos. Se o paciente apresentar tais sintomas, for dependente de vasoconstrictores nasais ( neosoro, afrin e similares ) e não responder ao tratamento clínico, se faz necessário o procedimento de septoplastia ,que consiste na correção deste desvio para tornar a via aérea pérvia e sem obstruções.

O desvio do septo nasal é bastante comum, e em muitos dos casos a simples presença dessa alteração não é sinônimo de doença. O septo nasal é uma estrutura osteocartilaginosa, que divide as duas narinas em seu interior, e quando se apresenta desviada pode gerar sintomas como obstrução nasal. Nos casos em que a obstrução nasal prejudique a qualidade de vida do indivíduo, é interessante que seja avaliado por um otorrinolaringologista para se discutir a necessidade ou não de correção cirúrgica.

Lucia Joffily

Medico do sono, Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A Rinosseptoplastia é a cirurgia que combina o tratamento de desvio do septo com a correção de defeitos estéticos do nariz. Quando existe a indicação dos dois procedimentos, o ideal é que sejam realizados numa mesma cirurgia. Os resultados do pós-operatório costumam ser muito melhores, tanto da parte estética quanto da parte respiratória.

Oswaldo Vallejo Perez

Cirurgião plástico

Campinas

Agendar uma visita

Desvio de septo é uma das principais causas de obstrução nasal crônica. Alguns casos precisam de tratamento cirúrgico. Para definir se a melhor forma de tratar é com a cirurgia, alguns exames devem ser realizados, como a Videoendoscopia nasal e a Tomografia de Seios Paranasais. Durante a consulta já podemos realizar a Videoendoscopia Nasal para estudar melhor o desvio de septo. Caso precise de cirurgia, trata-se de procedimento seguro e bem estabelecido na prática do Otorrinolaringologista.

A cirurgia corrige as tortuosidades do septo nasal, estrutura composta por osso e cartilagem e que separa as cavidades esquerda e direita do nariz. A melhora da respiração decorre de um melhor fluxo nasal de ar. É realizada sem cortes externos e sem alterar a forma externa do nariz.

Erico Vinicius Campos Moreira Silva

Otorrino

São José dos Campos


O septo nasal é uma estrutura localizada no centro do nariz, dividindo-o em 2 fossas nasais. O septo é composto por cartilagem e osso. Boa parte das pessoas tem algum pequeno desvio do septo, que não traz nenhum prejuízo à sua saúde, porém quando este desvio é um pouco maior, causa obstrução nasal ("nariz entupido", congestão nasal), levando o paciente a ter dificuldade em respirar pelo nariz e prejudicando-o nas suas atividades do dia a dia. Quando o desvio do septo for maior que o normal, pode haver a necessidade de correção deste desvio através de uma cirurgia chamada septoplastia.

Jonatas Lopes Barbosa

Otorrino

Fortaleza


O que é septo nasal? O septo nasal é uma estrutura anatômica do nosso nariz constituída por cartilagem e osso. Ele possui a função de sustentar a projeção do nosso nariz juntamente com os outros ossos da face. Por que o septo pode ser desviado? O septo pode apresentar tortuosidades naturais adquiridas no nosso período de crescimento, bem como desvios grandes causados, por exemplo, por um trauma. Todos os desvios de septo devem ser corrigidos? Não, pois o desvio de septo só precisa ser corrigido se for constatado que o seu formato esta causando prejuízo na entrada do ar pelo nariz. Como é feita a correção do desvio? A cirurgia de correção do desvio chama-se Septoplastia.

Paula De Oliveira Oppermann

Otorrino

Porto Alegre


Cirurgia endoscópica nasal: Cirurgia nasal realizada através das narinas com auxílio do endoscópio nasal acoplado a um sistema de vídeo cirurgia. Abordagem mais precisa do nariz e seios paranasais. Remoção somente da parte desviada do septo.

O desvio do septo nasal é uma causa direta de obstrução da passagem do ar pelo nariz podendo ser de menor ou maior grau a depender da posição onde se encontra e do formato do desvio. Além disso, a obstrução pode ser agravada, quando o desvio está associado a outras alterações como a rinite alérgica. O tratamento é a septoplastia, cirurgia com objetivo de permitir a entrada e saída do ar durante a respiração sem interrupções. As incisões realizadas são por dentro da mucosa do nariz, sem cicatrizes na pele; A septoplastia sozinha não modifica esteticamente o nariz.

Carlos Henrique Tolomei

Otorrino

Bauru


O septo nasal é uma estrutura formada por cartilagem na parte anterior e osso na posterior, recobertas por uma camada de tecido chamada mucosa e separa o nariz em duas cavidades (fossas nasais). Septoplastia é a cirurgia que corrige o desvio do septo nasal. O objetivo desta cirurgia é centralizar o septo nasal, sendo indicada quando o desvio causa obstrução nasal importante (nariz entupido), infecções nos seios paranasais (sinusites), cefaléia (dor de cabeça) e para complementar o tratamento do ronco e da apnéia do sono. É realizada preferencialmente sob anestesia geral e geralmente o paciente fica internado por pouco tempo, com alta no dia após cirurgia.

Uma grande parcela da população apresenta desvio da porção cartilaginosa ou óssea do septo nasal, isso não quer dizer que todas essas pessoas tenham necessidade de cirurgia para correção de tal desvio. Apenas paciente que apresentem sintomas decorrentes disto podem ter indicação cirúrgica. É importante a avaliação otorrinolaringológica em consultório médico.

O desvio do septo nasal é bem mais comum que se imagina e, na maioria dos casos, não se configura em problema para o paciente, desde que a pessoa respire bem e tenha uma boa qualidade de vida. Caso a pessoa sinta, de forma frequente, o nariz entupido, tenha sono de ruim qualidade, roncos e, principalmente, mais de 4 sinusites ao ano, deve-se procurar atendimento otorrinolaringológico para a correção do desvio septal.

Isabelle Braz

Otorrino

João Pessoa


Alteração na forma do septo nasal que pode influenciar na funcionalidade do nariz. Existem procedimentos para correção do problema.

Edmilson Lucio Da Silva

Cirurgião plástico

Brasília

Agendar uma visita

O QUE É O SEPTO NASAL? O septo nasal é a estrutura composta de osso e cartilagem que divide uma narina da outra. Quando desviada pode gerar sintomas obstrutivos. Não são todos os casos de desvio septal que precisam ser operados. Mas se o grau desse desvio for acentuado ou então se a área que ele estiver localizado já for estreita por si só, a septoplastia trará uma melhora importante da respiração. A CIRURGIA DE SEPTOPLASTIA: Essa cirurgia não tem cortes aparentes e também não requer o uso de tampões no pós operatório. A liberação para o trabalho ocorre em 3 a 7 dias, a depender da rotina de cada paciente. Academia fica liberado a partir da terceira semana em média.

O septo nasal é uma estrutura composta por osso e cartilagem localizada no meio do nariz, dividindo as duas fossas nasais. O desvio de septo nasal ocorre quando ele está desviado para algum dos lados, podendo levar a prejuízo na respiração. Cabe ao médico otorrinolaringologista avaliar o paciente com obstrução nasal, que pode ter múltiplas causas. Nem todo desvio de septo tem indicação cirúrgica. Cada caso deve ser analisado em detalhes para melhor definição terapêutica. A septoplastia, quando bem indicada, pode melhorar muito a qualidade de vida do paciente.

O septo nasal é a parede vertical que separa o nariz em duas cavidades (fossas nasais). É composta de cartilagem na parte anterior e osso na posterior, recobertas por uma camada de tecido chamada mucosa. O desvio do septo nasal está presente em 85% das pessoas em diferentes graus de severidade. Pode ocorrer devido a microtraumas nasais que geralmente passam despercebidos durante a fase de crescimento do septo, inclusive no período intra-útero. Traumatismos de face e fraturas nasais também podem ser a causa do desvio septal.

Pouca coisa causa mais impacto, à primeira vista, que o nariz, já que ele está no centro da face. Pequenas correções podem melhorar o aspecto e, sobretudo, a auto-estima do paciente. Além disso, o otorrinolaringologista pode associar a rinoplastia à correção de desvio do septo ou às cirurgias de sinusite, aliando forma e função do nariz.

Essa é uma das principais causas para a sensação de nariz entupido, e pela dificuldade em respirar bem. Trata-se de uma alteração da anatomia do septo do nariz, que pode ser corrigida através de um procedimento cirúrgico chamado septoplastia. Nem todos os pacientes com desvio de septo necessitam operar. A avaliação de cada caso deve ser individualizada e realizada pelo médico otorrinolaringologista.

Quais profissionais tratam Desvio do septo nasal?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.