Hipertrofia de mama - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em hipertrofia de mama

Encontre um especialista em Hipertrofia de mama na sua cidade:
Maria Do Socorro Borges De Sousa

Maria Do Socorro Borges De Sousa

Cirurgião plástico

Cuiabá

Gustavo Rincón Moreno

Gustavo Rincón Moreno

Cirurgião plástico

Brasília

Lenise Maria Spadoni Pacheco

Lenise Maria Spadoni Pacheco

Cirurgião plástico

Taguatinga

Oswaldo Gutiérrez

Oswaldo Gutiérrez

Cirurgião plástico, Cirurgião geral

Fortaleza

Alexandre Camara Pecanha

Alexandre Camara Pecanha

Cirurgião plástico

Patos de Minas

Nayguel Campos Almeida

Nayguel Campos Almeida

Cirurgião geral

Aracaju

Especialistas falam sobre Hipertrofia de mama

A cirurgia da redução mamária é particularmente muito gratificante. Ela corrigi o tamanho e forma das mamas dando a paciente mais conforto do ponto de vista físico e psicológico.

Nonato Jose De Lima Fontes

Cirurgião plástico

Serrinha


A hipertrofia mamária caracteriza-se pelo aumento volumétrico das mamas no sexo feminino, e pode apresentar maior componente glandular ou gorduroso. O tratamento é realizado pela cirurgia denominada Mamaplastia Redutora, necessitando de retirada de tecido glandular , gorduroso e pele, com ciatrizes variando de um T invertido , L ou periareolar. As duas primeiras são as mais comuns. A cirurgia necessita de anestesia geral ou bloqueio peridural alto. Os cuidados no pós-operatório são muito importantes para se obter cicatrizes esteticamente aceitáveis e sem complicações.O resultado final é obtido após 2 a 3 meses de pós-operatório , quando o inchume( edema) já não é tão intenso.

Marco Antonio Vaz

Cirurgião plástico

Florianópolis


O grande volume mamário causa, às portadoras dessa patologia, inúmeros problemas. Dores crônicas e intratáveis, nas colunas cervical e dorsal. Dificuldades de realizar atividades diárias, no trabalho, esporte ou mesmo para encontrar vestes (roupas íntimas e de banho) que combinem. Essas pacientes sentem-se excluídas do convívio social e também das atividades comuns no trabalho, prejudicando sua qualidade de vida.

Brunno Rosique

Cirurgião plástico

Goiânia

Agendar uma visita

Mamas volumosas incomodam esteticamente, dificultando no uso de algumas roupas e causando dores nos ombros pela alça do sutiã e podem até prejudicar a postura, causando dores nas costas. Nestes casos, a cirurgia de redução de mama devolve o bem estar à paciente, aumentando sua auto estima. A cirurgia é realizada com anestesia geral, com possibilidade de alta hospitalar em até 12h.

Luciane Schiavinato

Cirurgião plástico

Piracicaba

Agendar uma visita

Há mulheres que preferem diminuir o tamanho das mamas, invés de aumentá-lo. Os principais motivos desta escolha são os problemas emocionais e de saúde que as mamas em desproporção com a estrutura do corpo podem ocasionar. Ao remover o excesso de gordura, o tecido glandular e a pele na cirurgia de redução da mama, alivia-se o desconforto associado com seios muito grandes (dor nas costas, pescoço e ombro causada pelo peso das mamas, por exemplo). Sem dor, limitações físicas ou psicológicas antes relacionadas ao tamanho excessivo das mamas, há mais qualidade de vida, bem como maior autoestima e autoconfiança. Essa sensação de bem-estar se torna ainda mais duradoura com alguns cuidados.

Marcelo Evandro Dos Santos

Cirurgião plástico

Balneário Camboriú

Agendar uma visita

O desejo de diminuir a mama de volume excessivo não é apenas uma necessidade estética mas também funcional. O peso de mamas grandes pode resultar em dor nas costas e ombros devido à pressão exercida pelo sutiã, além de alteração na auto-estima da mulher. Foi-se o tempo em que para reduzir as mamas as cicatrizes eram enormes e muitas vezes inestésticas. Hoje é possível realizar grandes reduções com cicatrizes cada vez menores, muitas vezes sem a cicatriz grande que fica no sulco da mama. Além disso, o cuidado para que as cicatrizes fiquem bonitas também aumentou muito. O Dr. Mário faz todos os pontos internos, para que não deixem marcas principalmente nas aréolas.

Mário Rocha

Cirurgião plástico

Sinop

Agendar uma visita

A mama guarda íntima relação com a sexualidade feminina. Quando uma mulher busca por uma mamoplastia é porque está insatisfeita com aparência de suas mamas em termos de volume, forma ou consistência. Alterações nas mamas podem influenciar diretamente no comportamento, na autoestima, na vida sexual, afetiva e até profissional da mulher. Adequar o formato, o tamanho e o aspecto das mamas a um padrão estético é algo legítimo e que faz parte da busca íntima de qualquer mulher. As mamas aumentadas de tamanho podem ser classificadas em hipertróficas ou, em casos extremos, com grandes volumes, chamamos de gigantomastia. Geralmente, o aumento do volume está associado à ptose da mama (queda).

Flavio Rezende Gomes

Cirurgião plástico

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A mamoplastia redutora é indicada para aliviar o desconforto associado aos seios de grande volume e peso, através da retirada do excesso de pele, gordura e tecido glandular da mama. Quem tem seios muito grandes para seu corpo sabe muito bem o desconforto que o peso das mamas causa, que vai desde pequenos machucados na alça do sutiã até dor na região da coluna, além da dificuldade de encontrar roupas que vistam bem no corpo. Na cirurgia o objetivo é retirar a maior quantidade possível de tecido mamário, porém mantendo um formato agradável, a harmonia da mama com o resto do seu corpo e elevando o seio. Para melhores resultados, é importante não ganhar nem perder muito peso após a cirurgia.

Matheus Manica

Cirurgião plástico, Especialista em medicina estética

São Paulo


Mamas muito volumosas trazem transtornos aos pacientes seja por dores na colina, ombros e região cervical como também transtornos psicossociais como baixa auto estima. A cirurgia para redução das mamas (mamoplastia redutora) está indicada para estes casos. Agende sua consulta e traga sua auto estima de volta.

Sergio Ricardo Pita Pessoa De Melo

Cirurgião plástico

Recife


As principais causas do volume excessivo das mamas são a genética e os estímulos hormonais. A flacidez é causada pelo envelhecimento, perda acentuada de peso e amamentação. A mamoplastia redutora é indicada para reduzir o volume mamário e melhorar a forma, flacidez e o posicionamento das mamas. Usualmente o tamanho da aréola também é reduzido em conjunto. O volume final da mama deve ser adequado e proporcional ao corpo , o que varia conforme peso, altura e expectativas de cada paciente. A cirurgia deve ser realizada preferencialmente após o desenvolvimento total das mamas, que geralmente ocorre no final da puberdade.

Adrien Alberto Fornazari

Cirurgião plástico

São Paulo


São mamas consideradas maiores que o normal, desproporcionais ao tórax da paciente. Normalmente o volume e peso excessivo tracionam a coluna para frente e consequente dor nas costas resultante da contratura muscular. Cirurgia redutora afim de diminuir o tamanho é necessária nestes casos, associada a correção estética das aréolas e mamilos. As cicatrizes não costumam ser pequenas, quanto maiores as mamas, maiores as ressecções e consequente aumento das cicatrizes. Cirurgia realizada em hospital, em media um dia de internação

Dulciyara Bueno Da Cunha Lopes

Cirurgião plástico

Cuiabá


Aumento das mamas associada ou não a queda do tecido mamário e afrouxamento da pele. Necessário correção através de cirurgia com retirada de tecido mamário e gordura junto com o ajuste de pele.

Daniel Sakaki

Cirurgião plástico

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A mamoplastia redutora é a cirurgia da redução das mamas. Indicada para pacientes que desejam mamas mais proporcionais às medidas do corpo. Realizamos a retirada do excesso de pele, glândula e gordura, o que também costuma trazer um formato mais bonito, melhora do posicionamento das mamas e alívio das dores em ombros e costas. Também é muito comum realizarmos a redução do tamanho da aréola no mesmo procedimento. Quando bem indicada e realizada é uma cirurgia que traz grandes benefícios na autoestima das pacientes. A cicatriz final fica localizada ao redor da aréola e na porção inferior da mama, num formato em "T" invertido.

Allan Filgueira

Cirurgião plástico

Natal

Agendar uma visita

Doutor, por que minha mama e grande e caída se eu nem tenho filhos ainda? Infelizmente algumas mulheres possuem milhares de receptores (locais onde os hormônios se ligam) na mama, e eles fazem com que as mamas cresçam de certa forma exagerada e, por conta do peso, acabam caindo. A cirurgia reposiciona o tecido mamario para dar uma boa forma a mama, e por conta disso ressecamos a pele que vai sobrando. Aquela tecido em excesso e retirado, e no final temos mamas em boa forma, e uma cicatriz em "T" ou em ancora, que com o tempo fica imperceptível. Isso vale também para os casos em que as mamas cresceram depois da gravidez ;).

Para as mulheres que sofrem com mamas muito volumosas, muitas vezes desproporcionais ao seu corpo e que causam cansaço, dores na coluna e nos ombros. Essa cirurgia diminui as mamas através da remoção parcimoniosa da gordura mamária, tecido glandular e pele, para assim atingir o tamanho ideal e proporcional ao seu corpo. Os benefícios são diversos, como melhora da forma, menos dores , além da redução de riscos envolvidos com algumas patologias específicas das mamas.

Daniel Carli

Cirurgião plástico

Guarulhos


Aumento da mama além do equilíbrio estético do tamanho da mama. É possível corrigi-lo com mamoplastia.

Edmilson Lucio Da Silva

Cirurgião plástico

Brasília

Agendar uma visita

A mamoplastia redutora tem como objetivo melhorar o aspecto estético das mamas e o desconforto associado à presença de mamas volumosas. O procedimento permite a remoção do excesso de gordura, tecido glandular e pele das mamas.

Estevan Guillermo Vigil Verástegui

Cirurgião plástico

Belo Horizonte


Algumas mulheres apresentam um crescimento excessivo anormal das mamas em resposta aos estrogênios circulantes. Principalmente um aumento do tecido fibroso e gordura, aumento relativamente menor em tecido glandular. Objetivos da cirurgia Melhora da sintomatologia Redução do volume da mama enquanto cria uma forma previsível e estável da mama Reposição do complexo aréolopapilar (CAP) em posição anatomicamente correta Manutenção da vascularização e sensibilidade do CAP Fazer ressecção cutânea adequada enquanto assegura-se o fechamento livre de tensão Minimizar cicatrizes.

Julia Melo

Cirurgião plástico

Belo Horizonte

Agendar uma visita

Procedimentos cirúrgicos podem auxiliar na satisfação e conforto de seus pacientes, além disso, podem reparar alterações corporais que causam danos à saúde. A mamoplastia de redução se encaixa nesse aspecto, esse procedimento faz a remoção de tecido mamário em excesso que muitas vezes causam o desenvolvimento de lesões, dores nas costas ou até dificuldade na prática de exercícios físicos. Através dessa redução é proporcionado um conforto maior às pacientes garantindo mamas simétricas e firmes além de uma aparência jovial.

Andrea Heisler

Cirurgião plástico

Porto Alegre

Agendar uma visita

A cirurgia de redução de mamas, mamoplastia redutora, consiste em retirar parte do tecido mamário e “re-arquiterurar” a mama de uma forma mais estética e proporcional ao seu corpo. O árduo peso de mamas muito grandes pode gerar dores na coluna, no pescoço e ombros. Mamas muito volumosas podem causar constrangimento para algumas mulheres nas horas de comprar roupas, sutiãs e em momentos de descontração na piscina ou na praia. A mamoplastia redutora pode ajudar a diminuir o volume mamário melhorando significativamente a sua qualidade de vida.

Paulo Piccolo

Cirurgião plástico

Goiânia

Agendar uma visita

Mamas muito volumosas além do prejuízo estético podem ser causa de dores cervicais, sensação de cansaço e limitações na execução de determinadas atividades físicas e tarefas diárias. A mamoplastia redutora remove a pele e o tecido glandular excedentes ao mesmo tempo em que, através da remodelação mamária e, em alguns casos, lipoaspiração das laterais do tórax, busca um formato mais belo e atraente para essa região do corpo. As cicatrizes costumam ser posicionadas ao redor da aréola, verticalmente à partir da borda inferior da aréola em direção ao sulco mamário e ao longo do sulco mamário. A necessidade e a extensão de cada uma dependerá da avaliação do caso.

Mateus Diniz Vizzotto

Cirurgião plástico

Porto Alegre

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Hipertrofia de mama?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.