Neoplasias gastrointestinais - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em neoplasias gastrointestinais

Encontre um especialista em Neoplasias Gastrointestinais na sua cidade:
Luiz Guilherme Oliveira Ximenes

Luiz Guilherme Oliveira Ximenes

Cirurgião geral

Maringá

Adriano Dias Trajano

Adriano Dias Trajano

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

João Pessoa

Lucas Missiba Brandão

Lucas Missiba Brandão

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Macaé

Glauco Costa Silveira

Glauco Costa Silveira

Oncologista

Uberlândia

Felipe de Lucena Moreira Lopes

Felipe de Lucena Moreira Lopes

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Sapiranga

JOAO FRANCISCO DE SOUZA

JOAO FRANCISCO DE SOUZA

Cirurgião geral

Mafra

Perguntas sobre Neoplasias gastrointestinais

Nossos especialistas responderam a 2 perguntas sobre Neoplasias gastrointestinais

Dr. Maxwell Stanford
Dr. Maxwell Stanford
Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral
Recife
O esôfago de Barret nào se trata de um câncer contudo é uma condição que pode sim desenvolver o câncer;
O esôfago de Barret é resultado da doença do refluxo gastroesôfagico que deve ser…
2 respostas

Dra. Tercia Vilasboas Reis
Dra. Tercia Vilasboas Reis
Oncologista
Salvador
Olá, a Ressonância Magnética de abdome total pode sugerir alterações correspondentes a um câncer de intestino, mas assim como para a maioria dos diagnósticos de "câncer " é imprescindível…
3 respostas

Especialistas falam sobre Neoplasias Gastrointestinais

A endoscopia digestiva alta é o exame mais indicado para a avaliação do esôfago, estômago e duodeno. Sintomas como dor abdominal, queimação, refluxo, náuseas e vômitos, sangramentos, etc podem ser indicações de realizar esse exame para elucidação diagnóstica. A endoscopia é fundamental para diagnosticar lesões malignas nesses órgãos, assim como para detecção da bactéria H. pylori, relacionada a várias patologias gástricas. O exame de colonoscopia é utilizado para o diagnóstico das doenças que acometem o intestino grosso. Com o exame é possível diagnosticar doenças, avaliar a mucosa do reto, sigmoide e cólons, verificar a presença de câncer, entre outros. Pólipos são retirados nesse exame.

O Câncer de Esôfago, Estômago e do Intestino Grosso (Cólon) são muito prevalentes no Brasil. Eles podem ser prevenidos com a utilização de Endoscopia Digestiva Alta e pela Colonoscopia a partir dos 45 anos de idade ou antes se você tiver história familiar destes cânceres. A bactéria Helicobacter pylori também é responsabilizada com causa de câncer de estômago e deve ser pesquisada e tratada se estiver presente. Os pacientes portadores de Gastrite Crônica e Metaplasia Intestinal também devem ser monitorizados. Esses exames são preventivos e devem ser realizados de tempos em tempos para que essas lesões malignas sejam diagnosticadas numa fase mais precoce e que possam ser curadas.

Flavio Heuta Ivano

Cirurgião do aparelho digestivo, Endoscopista

Curitiba


O adenocarcinoma do estômago e do intestino grosso são os tumores mais frequentes dos órgão digestivos. O adenocarcinoma gástrico tem altas taxas de curas quando diagnosticado em estágios iniciais. Quando já diagnosticado localmente avançado a associação de quimioterapia ao tratamento cirúrgico melhora a sobrevida a longo prazo. O adenocarcinoma de intestino grosso também tem altas taxas de cura em estágios iniciais. Este, por sua vez, mesmo na presença de doença a distância (metástases) pode ser a candidato a tratamento cirúrgico com intenção curativa a depender da extensão da doença e características do tumor.

Márcio Carmona Marques

Oncologista, Cirurgião geral

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Neoplasias gastrointestinais?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.