Retocele - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em retocele

Encontre um especialista em Retocele na sua cidade:
Fabrício Marcondes

Fabrício Marcondes

Coloproctologista

Porto Alegre

Amanda Machado Bernardo

Amanda Machado Bernardo

Coloproctologista, Cirurgião geral

São Paulo

Denise D'Avila Búrigo

Denise D'Avila Búrigo

Coloproctologista

Criciúma

Francisco Ivan de Castro Nogueira

Francisco Ivan de Castro Nogueira

Coloproctologista

Fortaleza

Luíze Nunes Bettanzo

Luíze Nunes Bettanzo

Coloproctologista

Porto Alegre

Marcos Rodrigo Carvalho

Marcos Rodrigo Carvalho

Coloproctologista

Salvador

Perguntas sobre Retocele

Nossos especialistas responderam a 16 perguntas sobre Retocele

Boa tarde! Dependendo do grau da retocele e do tipo de incontinência urinária, podem ser tratadas com fisioterapia e, alguns casos de incontinência urinária com medicação. Isso só pode ser avaliado…
3 respostas

Dra. Nathalia Lins Pontes Vieira
Dra. Nathalia Lins Pontes Vieira
Cirurgião geral, Coloproctologista
São Paulo
Sim! A retocele pode voltar após a cirurgia, e isso pode acontecer a qualquer momento. A cirurgia realiza um reforço nos tecidos entre o reto e a vagina. Com o tempo e se persistirem os fatores…
1 respostas

Olá, geralmente fazem correção de retocele sim. Att.
2 respostas

Especialistas falam sobre Retocele

A retocele é uma outra forma de prolapso genital em que há a saída do reto de sua posição anatômica habitual com insinuação para dentro da vagina. Pode provocar sintomas como dificuldade para evacuar, necessidade de manobras para evacuar, constipação intestinal, dor nas relações, além de sensação de bola em vagina, peso em vagina. Assim como a cistocele é uma doença benigna, mas nos casos em que atrapalha o bem estar da paciente e a sua qualidade de vida o tratamento pode ser necessário. Na maior parte dos casos esse tratamento é cirúrgico através do uso do próprio tecido da paciente para correção do prolapso.

Retocele é uma das causas de constipação crônica em mulheres. Seus sintomas mais comuns são esforço evacuatório, abaulamento para vagina, sensação de evacuação incompleta e até mesmo dor durante a relação sexual. As vezes é necessário apenas a reeducação alimentar e regularização do padrão das fezes. Mas em casos refratários ao tratamento clínico, a cirurgia está indicada. Existem três tipos de técnicas: via vaginal, via perineal e via retal. Cada uma tem alguma especificação para cada tipo de doente. Realizo também uma técnica por grampeamento retal, com melhor recuperação no pós-operatório. É preciso sempre uma avaliação de cada caso.

Nathalia Lins Pontes Vieira

Cirurgião geral, Coloproctologista

São Paulo

Agendar uma visita

A retocele é uma protrusão do reto na parede vaginal posterior que ocorre pela perda da sustentação do septo retovaginal. São divididas em graus, progressivamente de acordo com o abaulamento que causam na vagina. Retoceles pequenas são, em sua maioria, assintomáticas. As maiores e de 3-4 graus são uma importante causa de constipação crônica, por obstrução de saída, já que alteram o vetor de força no processo evacuatório. O resultado é a impactação fecal, esforço na defecação, exigindo manobras digitais para auxílio. Importante notar que não causam dor. O diagnóstico é clínico, confirmado por exame de imagem e o tratamento baseia-se nos sintomas e tamanho, podendo ser clínico ou crúrgico.

Thais Yuka Takahashi

Coloproctologista

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Retocele?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.