Transtorno da personalidade borderline - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O Transtorno da personalidade Borderline ( Limítrofe) faz parte dos transtornos de personalidade.
Tem como caracteristicas na maioria dos casos um padrões de relacionamentos intensos, confusos e desorganizados.
São muito comuns as variações de humor.
O comportamento impulsivo geralmente é auto-destrutivo e dificuldades com a auto-imagem costumam a ser frequentes.

Especialistas em transtorno da personalidade borderline

Encontre um especialista em Transtorno da personalidade borderline na sua cidade:
Manoela Isadora Nogueira

Manoela Isadora Nogueira

Psiquiatra

Uberlândia

Simone Pinto DiMeglio

Simone Pinto DiMeglio

Psiquiatra

Varginha

Wagner Gurgel

Wagner Gurgel

Psiquiatra

Vitória

Antonio Antunes da Cruz de Barros

Antonio Antunes da Cruz de Barros

Psiquiatra

Florianópolis

Arthur H. Danila

Arthur H. Danila

Psiquiatra

São Paulo

Perguntas sobre Transtorno da personalidade borderline

Nossos especialistas responderam a 113 perguntas sobre Transtorno da personalidade borderline

Especialistas falam sobre Transtorno da personalidade borderline

Este diagnóstico prevalece em jovens com sintomas depressivos e importante dificuldade no processo de estabelecer vínculos afetivos. Trata-se de um estado em geral transitório, na vida de uma pessoa, já que estudos de seguimento indicam melhora espontânea dos sintomas em até 88% dos casos , após dez anos. Entretanto, é um estado grave, com grave sofrimento mental e risco de suicídio.A adolescência é a fase psicológica final de construção de uma identidade e de dar provas da capacidade de ocupar um lugar valorizado na sociedade, e isto se torna problemático para estes jovens. Portanto, é imprescindível que o tratamento não seja apenas medicamentoso, mas também psicoterápico.

Sheila Hauck Barbosa

Psiquiatra

Santo André


Para as pessoas que sofrem desse transtorno, ouvi-las e compreendê-las é de fundamental importância para o sucesso do processo terapêutico. Assim sendo, procuro deixar meus pacientes a vontade para exporem suas dúvidas e falarem sobre suas angústias, decepções, tormentos e desilusões que são recorrentes em quem tem transtorno de personalidade borderline. Sempre os oriento no sentindo de minimizarem seus conflitos e sintomas, dessa forma, aliviando seu dia a dia e viabilizando sua rotina.

Dínerson Fiuza

Psicólogo, Sexólogo

São Paulo

Agendar uma visita

São pessoas conhecidas por comportamentos impulsivos e às vezes agressivos. O borderline tem dificuldades vindas de uma infância desorganizada mentalmente, assim como a inconstância no apego com os pais, este visto como segurança e em outros momentos como ameaçador e medo. Na maioria dos casos de borderline os pais eram punitivos, tiveram alguma experiência traumática ou ouve erro de processamento de pensamento. Estes traumas desencadeiam uma vida cheia de esforços para evitar o abandono seja real ou imaginário. A impulsividade é um dos grandes alertas, pois podem desencadear vícios e até comportamentos perigosos, as perturbações de identidade e de sentimentos.

Cleunice Paez Borges

Psicólogo

São Paulo


O Transtorno de personalidade borderline, também conhecido como transtorno de personalidade limítrofe não é bem compreendida. O diagnóstico é feito com base nos sintomas. É necessario apresentar no minino 5 sintomas para que a pessoa seja diagnosticada como borderline. Não é um diagnóstico simples de ser feito, pelo contrario Os sintomas incluem instabilidade emocional, sensação de inutilidade, insegurança, impulsividade , relações sociais prejudicadas e automutilacão. O indivíduo tem sentimentos que passam do amor ao ódio em fraçoes de segundos. Os tratamentos incluem psicoterapia ou, em alguns casos, medicamentos. A hospitalização ajudará se os sintomas forem graves

O transtorno da personalidade borderline (TPB) é caracterizado por perturbações na identidade, no afeto e no controle de impulsos. Pessoas com TPB parecem não ter um senso de identidade forte. Elas não conseguem tolerar estar sozinhas e têm um medo intenso do abandono. O humor encontra-se instável, com episódios de depressão, raiva, ansiedade, irritabilidade ou combinação desses estados que podem durar horas ou alguns dias.

O Transtorno de Personalidade Borderline é um transtorno mental cuja principal característica é a instabilidade de humor, tem como principais sintomas a instabilidade emocional, impulsividade, dificuldade de relacionamento, insegurança etc. O diagnóstico desse transtorno pode ser feito através do comportamento relatado pelo paciente e sinais observados pelo psiquiatra ou psicólogo. O tratamento é feito com uso de antidepressivo, estabilizadores de humor e ansiolíticos indicados pelo psiquiatra. É importantíssimo acompanhamento psicológico feito por psicólogo para que o paciente consiga controlar suas emoções negativas. Estabilizados os portadores desse transtorno podem levar uma vida normal.

Sueli Cabral Midlej

Psicólogo

Salvador


A Síndrome de Borderline, é caracterizada pelas mudanças súbitas de humor, medo de ser abandonado pelos amigos e comportamentos impulsivos, como gastar dinheiro descontroladamente ou comer compulsivamente, por exemplo. Pessoas com Síndrome de Borderline têm momentos em que estão estáveis, alternando com surtos psicóticos, manifestando comportamentos descontrolados. Esses sintomas começam a se manifestar na adolescência e se tornam mais frequentes no início da vida adulta, podendo ser confundida com esquizofrenia ou doença bipolar, mas a duração e intensidade das emoções é diferente.procure um profissional da saúde mental (psicólogo ou psiquiatra) P/ realizar um diagnóstico preciso.

É um transtorno mental grave caracterizado por um padrão de instabilidade contínua no humor, no comportamento, auto-imagem e funcionamento. Os sintomas mais comuns englobam instabilidade emocional, sensação de inutilidade, insegurança, impulsividade e relações sociais prejudicadas. Essas experiências geralmente resultam em ações impulsivas e relacionamentos instáveis. Uma pessoa com Borderline pode experimentar episódios intensos de raiva, depressão e ansiedade que podem durar de apenas algumas horas a dias. A psicoterapia proporciona a pessoa o desenvolvimento emocional e controle dos sentimentos favorecendo um maior equilíbrio, estabilidade e a redução dos sintomas gradativamente.

O Transtorno de personalidade borderline é um padrão de instabilidade nos relacionamentos interpessoais, auto-imagem e afetos, bem como de acentuada impulsividade.

Taila Menegate

Psicólogo

São Gonçalo

Agendar uma visita

O Transtorno de Personalidade Borderline é um transtorno que causa prejuízo e sofrimento não só para a pessoa acometida como para todos em sua volta, para isso, é importante o acompanhamento psicológico para que esse paciente possa ter um melhor entendimento sobre seu funcionamento psíquico. Por isso é importante uma escuta analítica para uma melhor forma de condução do tratamento, focando no que o paciente traz e não apenas em seu diagnóstico.

Niliane Maria De Brito Alves

Psicólogo

Salvador


Os afetados por esse transtorno são muito instáveis emocionalmente e reagem de forma muito intensa e impulsiva às adversidades do dia a dia. Sentem uma sensação de "vazio" interior e uma tolerância muito baixa à frustração, o que faz com que elas tenham muitas dificuldades em seus relacionamentos. O sofrimento psíquico é tão intenso que é frequente o pensamento em suicídio, como uma forma de eliminar de uma vez por todas a terrível angústia que acompanha essas pessoas. Outra manifestação comum é o ato de inflingir cortes em si mesmo. O psiquiatra pode ajudar bastante a aliviar o sofrimento desses pacientes, controlando os impulsos e os sintomas ansiosos/depressivos tão comuns nesse quadro.

O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais – DSM V traz como características do indivíduo borderline o esforço para evitar abandono real ou imaginado; padrão de relacionamentos instáveis e intensos; impulsividade relacionada a sexo, abuso de substâncias, direção perigosa ou compulsão alimentar; comportamentos, gestos ou ameaças suicidas ou comportamento de automutilação; instabilidade afetiva; raiva intensa e inapropriada e sentimento de vazio. A desregulação emocional é uma característica marcante neste transtorno.

Indivíduos com Transtorno de Personalidade Borderline se caracterizam especialmente por sofrerem grande instabilidade emocional, desregulação afetiva excessiva, sentimentos intensos e polarizados do tipo “tudo ótimo e tudo péssimo” ou “eu te adoro e eu te odeio”, angústia de abandono, percepção de invasão do self, entre outros, que não raro geram comportamentos impulsivos perigosos sendo comum a presença recorrente de atos autolesivos, tentativas de suicídio e sentimentos profundos de vazio e tédio. O início do transtorno pode ocorrer na adolescência ou na idade adulta e o uso dos recursos de saúde e saúde mental é expressivo nesses pacientes.

Combinação de psicoterapia individual com treinamento de habilidades, desta forma o paciente aprende habilidades de auto regulação emocional e novas habilidades para influenciar seu ambiente. A terapia não se concentra em manter um ambiente estável e consistente, mas visa ajudar os pacientes a se tornarem confortáveis com as mudanças.

Monica Pompeu

Psicólogo, Sexólogo

Niterói

Agendar uma visita

Esse Transtorno se caracteriza por uma alteração da regulação emocional. Começa na adolescência, sintomas mais comuns são: impulsividade; mudanças rápidas e intensas de humor; padrão de relações sociais instáveis marcadas por alternâncias de profunda idealização e desvalorização; Ideias, ameaças e comportamentos suicidas e de autoagressão; sensação crônica de medo de abandono e vazio no peito; consistente sensação de incompreensão e invalidação ("ninguém entende aquilo que eu sinto"). Meu trabalho com a Terapia Comportamental Dialética é auxiliar esses pacientes a compreenderem e serem compreendidos em suas dores, validando-as, e construindo uma vida plena de sentido.

O transtorno de personalidade borderline é mais um diagnóstico da moda. Ainda não é possível entender o que levou ao importante aumento da prevalência desse transtorno nos útlimos anos, mas fato é que muitas pessoas, principalmente adolescentes e adultas jovens, estão apresentantdo sintomas de intensa instabilidade emocional, incluindo ataques de irritabilidade, angústia existencial e desejo de sumir ou se machucar. O cuidado é delicado, uma vez que há confusão com depressão, e por isso, na maioria das vezes, recebem prescrição de antidepressivos. No entanto, essas medicações costumam aumentar a impulsividade, podendo piorar a irritabilidade e o descontrole emocional.

Walter Sena

Psiquiatra

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O TPB (Transtorno Personalidade Borderline, são pessoas intensas e instáveis na vivência cotidiana de suas emoções. Apresentam contradições e violações de limites em suas relações interpessoais e em vários aspectos da vida. A psicoterapia ajuda essas pessoas encontrar um o caminho do meio, promovendo equilíbrio, para que a vida valha a pena ser vivida.

Estão ligados ao jeito de ser e de como o sujeito se comporta frente às situações cotidianas, o modo que lida consigo e com os outros, em especial seu jeito próprio de lidar com suas emoções e percepções, de forma que se nota a demonstração de determinado desequilíbrio no psiquismo humano mediante seus aspectos biopsicossociais e suas relativas inferências comportamentais. Os sintomas incluem instabilidade emocional, sensação de inutilidade, insegurança, impulsividade, agressão, automutilação, hostilidade, descontentamento geral, mudanças de humor, perda de interesse ou prazer nas atividades, pensamentos suicidas e relações sociais prejudicadas.

Simone Souza

Psicólogo

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Transtorno da personalidade borderline?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.