Transtornos da alimentação - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em transtornos da alimentação

Encontre um especialista em Transtornos Da Alimentação na sua cidade:
Gabrielli Menezes Guedes

Gabrielli Menezes Guedes

Psicólogo

Rio Pardo

Andréa Arlotta

Andréa Arlotta

Psiquiatra

Atibaia

Bruna A. da Silva

Bruna A. da Silva

Psicólogo

Várzea Paulista

Danielle Laste

Danielle Laste

Psicólogo

Canoas

Bianca Innocencio

Bianca Innocencio

Nutricionista

Niterói

Jéssica Sayonara dos Santos Santana

Jéssica Sayonara dos Santos Santana

Nutricionista

Aracaju

Perguntas sobre Transtornos da alimentação

Nossos especialistas responderam a 5 perguntas sobre Transtornos da alimentação

 Mariana Montes
Mariana Montes
Psicólogo
Rio de Janeiro
Olá. Depende do transtorno mas alguns podem se desenvolver já na infância. Busque um nutricionista para te auxiliar nessa possível identificação.
5 respostas

 Milene Pereira
Milene Pereira
Nutricionista
Rio de Janeiro
Olá. Tudo bem?
Quem dá diagnóstico é o psiquiatra. Esse irá avaliar se você se encontra dentro do CID 11 e DSM V para então diagnosticar um possível transtorno alimentar, caso seja identificado…
6 respostas

Dra. Tayná Ramos Terciano
Dra. Tayná Ramos Terciano
Nutricionista
Barueri
Em casos de Transtorno Alimentar (TA), o acompanhamento com profissionais nutricionista e psicólogo são essenciais. Visto que o TA é um problema psico-mental, e que vai além da reeducação alimentar,…
16 respostas

Especialistas falam sobre Transtornos Da Alimentação

Tenho larga experiência e coordeno um Serviço na área de transtornos alimentares. Trato Quadros que requerem experiência na área, como Anorexia e Bulimia Nervosa, Compulsão Alimentar, obsessão por exercícios físicos e/ ou por alimentação demasiadamente natural.

Os Transtornos da alimentação são caracterizados por distúrbios no comportamento alimentar, podendo levar ao emagrecimento extremo ou à obesidade em virtude à ingestão de grandes quantidades de comida, ou outros problemas físicos. Os mais conhecidos são a anorexia e a bulimia nervosa. O psicólogo pode ajudar a compreender os fatores que estão levando à distorção de imagem e a dificuldade de manter uma alimentação equilibrada e saudável.

Preocupar-se com o bem estar é preciso, no entanto é preciso atentar-se, uma vez que o excesso de preocupação ou a completa ausência dela, pode sequenciar um comportamento alimentar disfuncional, o que chamamos de Transtorno Alimentar.A Psicoterapia tem mostrado bons resultados ao trabalhar o comportamento alimentar, modificando os padrões de comportamento por meio de auto monitoramento de pensamentos automáticos, possibilitando o aumento da autoestima, permitindo resultados que motivam a perseverança no tratamento, além de fornecer apoio emocional, permitindo ao indivíduo melhor condições de conviver no meio social.

Inicialmente, com a coleta da demanda, busco junto ao paciente a identificação de qual o tipo de transtorno da alimentação que este apresenta e quais os elementos desencadeantes destes, que são onde o tratamento será focado. São identificadas comorbidades deste transtorno e, a partir de então, as intervenções indicadas para tal. Nestes casos, podem haver intervenções junto à família também.O sigilo psicoterapeuta/paciente é respeitado em todos os atendimentos.

Marcia Kelen Moscatelli

Psicólogo, Psicopedagogo

Sorocaba


Os Transtornos Alimentares são distúrbios psiquiátricos caracterizados por alterações no comportamento alimentar que levam ao desenvolvimento de problemas físicos,psíquicos bem como estresse emocional e social. Os quadros mais comuns são a Anorexia Nervosa e a Bulimia Nervosa, além dos Transtornos Não Especificados e dos Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica.

Alessandra Napoli

Psicólogo

São Paulo


Os transtornos alimentares (anorexia nervosa, bulimia nervosa, compulsão alimentar) possuem início, em geral, na adolescência, podendo levar a repercussões clínicas graves. Na anorexia pode ocorrer magreza extrema, com alto índice de óbito. Na bulimia pode haver erosão de esôfago. Na compulsão alimentar pode haver obesidade. Todos transtornos alimentares podem cursar com comorbidades psiquiátricas graves, tais como: depressão, ansiedade, uso de substâncias e transtornos de personalidade, além de estar altamente relacionado com suicídio. O diagnóstico precoce e abordagem terapêutica correta permite um desfecho desfavorável e proporciona a retomada da qualidade de vida.

A mídia, as redes sociais, as fotos passadas no facetune, todas elas nos levam a acreditar que a chave para a felicidade é ter o corpo perfeito e que sem ele não somos nada. Diversas pessoas acabam desenvolvendo transtornos alimentares por não corresponderem aos padrões de beleza impostos. A bulimia e a anorexia são os transtornos mais conhecidos e estão ligados à obsessão pela magreza, porém com essa onda "fit" dois novos transtornos surgiram: a vigorexia, obsessão pelo corpo musculoso e a ortorexia, obsessão por uma alimentação extremamente saudável. Apesar de serem transtornos diferentes, todos compartilham uma semelhança, a insatisfação com o corpo e a obsessão pelo corpo ideal.

Você sabia que pode não estar conseguindo emagrecer por questões emocionais? Que existe um Comer emocional? Bulimia e anorexia também devem ter acompanhamento psicológico.

Petra Rosa

Psicólogo

São José dos Campos

Agendar uma visita

Identificação de transtornos alimentares, com tratamento e diagnóstico e acompanhamento de síndromes de disabsorção que possam causar dificuldades e sintomas digestivos (intolerância a glúten, Lactose, síndrome do intestino irritável)

Eduardo Rennó Carvalho

Médico clínico geral, Nutrólogo

Jundiaí


Na minha prática com clientes com transtorno alimentar, parto do que o cliente traz (seus sintomas e sua história de vida) para entendê-lo em seu momento presente e, a partir disso, trabalho com as três dimensões humanas: emoção, motor e pensamento por meio da fala, do trabalho corporal e criativo para que o/a cliente percebe suas necessidades, reveja e reflita sobre seus conceitos, crenças, verdades e amplie seus recursos e seu auto-suporte, tornando-se capaz de fazer escolhas diferentes, assumindo uma atitude mais autônoma e integrativa no mundo.

Ana Paula Carlucci De Cunto

Psicólogo

Brasília


O Brasil tem cerca de 18 milhões de pessoas consideradas obesas. A obesidade é fator de risco para uma série de doenças como hipertensão, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, dores, entre outras. Além, disso pode causar muitas queixas psicológicas como baixa auto estima, insegurança, ansiedade, etc. Aliada ao acompanhamento nutricional e à atividades físicas, a hipnose clínica auxilia no emagrecimento através da Técnica do Balão Gástrico Hipnótico.

Os transtornos alimentares podem ser caracterizados por persistentes perturbações na alimentação que vem a alterar o consumo de alimentos comprometendo de modo significativo a saúde física e o funcionamento psicossocial. É importante durante o processo psicoterapêutico investigar a princípio, o que está desencadeando o transtorno alimentar em questão (questão afetiva, cognitiva, ansiedade, etc), para então traçar um tratamento eficaz e objetivo para alterar os comportamentos dos transtornos alimentares.

Os Transtornos da Alimentação: bulimia, anorexia nervosa, vigorexia, ortorexia, compulsão alimentar e outros são tratados na prática psicoterápica respeitando os critérios do DSM 5 e CID 10. A obesidade como condição clinica também requer um tratamento multidisciplinar. Possuo uma rede de médicos endocrinologistas, ginecologista, psiquiatras, fisiologistas do esporte, nutricionistas , fisioterapeutas entre outros de alta competência e experiência para trabalharmos juntos ao paciente de forma integrativa e cooperativa.

Os diferentes transtornos alimentares são muito comuns na população de adolescentes, devido a vulnerabilidade vivenciada nessa fase de muitos conflitos, como aceitação pelos pares e problemas de auto imagem. A Anorexia Nervosa, Bulimia Nervosa e o Transtorno da Compulsão Alimentar, precisam ser identificados e direcionados para o tratamento multidisciplinar.

Fabricia Signorelli

Psiquiatra

São Paulo

Quais profissionais tratam Transtornos da alimentação?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.