Convulsões - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - convulsões

Thiago Calzada

Thiago Calzada

Neurologista

Goiânia

Saulo Nardy Nader

Saulo Nardy Nader

Neurologista

Barueri

Rhelen Piantino

Rhelen Piantino

Neurologista

Passos

Carlos Guilherme Veloso Santos

Carlos Guilherme Veloso Santos

Neurologista

Belo Horizonte

Karen Grazielle Capuano Marques

Karen Grazielle Capuano Marques

Pediatra

Rio de Janeiro

Ylana Maria De Andrade Falcao Guerra

Ylana Maria De Andrade Falcao Guerra

Neurologista

Garanhuns

Perguntas sobre Convulsões

Nossos especialistas responderam a 80 perguntas sobre Convulsões

Olá! O seu irmão poderia estar apresentando epilepsia sem generalização, ou seja, sem a crise convulsiva. Ao usar a medicação o risco será muito menor, no entanto, é preciso realizar controle…
1 respostas


A ansiedade pode ser um fator de aumento de crises. Caso ele tenha ansiedade associada a epilepsia, seria interessante fazer acompanhamento psicológico para melhor controle.
1 respostas


Boa tarde.
É necessário saber o tipo de crise que seu filho teve. Se os exames de imagem são normais. Qual o resultado do eletroencefalograma.
Depois de juntar estes dados, com a…
1 respostas

Especialistas falam sobre Convulsões

As informações no nosso cérebro são transmitidas através dos nervos da mesma forma que a eletricidade passa pelos fios elétricos. Quando há algum problema cerebral, pode ocorrer uma espécie de "curto-circuito" e os impulsos nervosos se distribuírem de maneira totalmente desordenada. Pode causar uma "sobrecarga" no cérebro, afetando a consciência (a pessoa desmaia) e causando movimentos musculares repetitivos (contrações). O melhor tratamento é a eliminação da causa das convulsões. Quando isso não é possível, o paciente pode tomar medicamentos anticonvulsivantes que funcionam como uma "fita isolante" evitando a ocorrência de curtos-circuitos.

As crises convulsivas e epilepsias são distúrbios no cérebro onde há uma descarga súbita, excessiva e desordenada dos neurônios cerebrais. Há vários tipos de crises convulsivas, tais como as crises convulsivas tônico-crônicas generalizadas e as crises de ausência. Em geral, se iniciam na infância ou início da vida adulta. E uma convulsão pode surgir devido a uma lesão no cérebro, em qualquer faixa etária. Por isso, toda crise convulsiva deve ser avaliada por um neurologista. As epilepsias devem sempre ser tratadas, a fim de que não ocorram danos no cérebro e para que a pessoa possa ter segurança e qualidade de vida. Atualmente, há medicações eficazes para um excelente tratamento.

Crises epilépticas são movimentos ou sensações involuntárias decorrentes de alterações elétricas no encéfalo. Existem vários tipos de crises epilépticas e somente o médico é capaz de diferenciar e tratar de modo adequado. É fundamental a procura ao médico para resolver tal situação,pois a epilepsia controlada traz tranquilidade à vida do paciente e não limita seu trabalho e lazer.

Tânia Martins Do Carmo

Neurologista, Neurologista pediátrico

Goiânia


Investigação da causa das convulsões através de história clínica e solicitação de exames complementares tais como Tomografia Computadorizada de crânio, Ressonância Magnética de crânio, eletroencefalograma e prescrição de medicamentos a fim de controlar as crises e melhorar a qualidade de vida do paciente.

As convulsões são as manifestações da Epilepsia. Se uma pessoa apresentou mais de 2 episódios de convulsão, então poderá ter o problema chamado Epilepsia. Existem diversos tipos de convulsão: tonico-clonico-generalizada (aquela que a pessoa se debate/repuxa), ausência/parcial (aquela que nem sempre cai ao chão ou desmaia, mas fica um tempo "fora do ar"). Muitas vezes as pessoas passam anos tendo convulsões e as vezes nem percebem. Por isso, esses sintomas de "perdas" de consciência tem que ser avaliados minuciosamente pelo neurologista.

Thiago Calzada

Neurologista

Goiânia


Realizamos eletroencefalogramas e mapeamentos cerebrais alguns dos exames mais indicados em caso de crises convulsivas e epilepsias.Exames são marcados rapidamente e os resultados estarão em suas mão em até 48 h após realizar o exame.

Ronald Mello

Médico clínico geral, Neurologista

Manaus

Quais profissionais tratam Convulsões?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.