Infertilidade - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Infertilidade

Informação sobre Infertilidade

O que é?

A infertilidade conjugal é definida pela ausência da gravidez em um período de 12 meses com relações sexuais regulares sem que nenhum método anticoncepcional tenha sido utilizado. Tal condição atinge aproximadamente 15% dos casais.

Qual é a causa?

Todos os órgãos do sistema reprodutivo masculino e feminino devem estar em perfeitas condições para assegurar a fertilidade. O mau funcionamento de apenas um deles pode evitar o acontecimento da gravidez. Nas mulheres, as causas mais comuns para a infertilidade são: distúrbios alimentares, depressão, excesso de peso, excesso de atividades físicas, sedentarismo, hábito de fumar, alcoolismo, inflamações na pelve, endometriose, distúrbios hormonais, ovário policístico, insuficiência ovariana, miomas no útero, disfunções na glândula tireoide e nas glândulas suprarrenais e cicatrizes no útero. Nos homens, a principais causas são doenças como criptorquidia (quando um ou mesmo os dois testículos não descem para a bolsa escrotal), varicocele (varizes no testículo), alterações nos cromossomos, orquite (inflamação do testículo), anemia falciforme, cirrose hepática e insuficiência renal. Em parte dos casos, cerca de 10%, não há fatores físicos que impeçam a reprodução. Atribui-se a dificuldade de engravidar nessas situações a fatores psicológicos.

Quais os sintomas?

O principal “sintoma” da infertilidade é a não concepção após o período de 12 meses com relações sexuais frequentes e sem o uso de anticoncepcionais. A partir daí deve-se começar a procurar as causas.

Como fazer o diagnóstico?

Deve-se fazer uma investigação completa no sistema reprodutor tanto do homem quanto da mulher. Para isso são necessários exames laboratoriais e de imagem que possam indicar o diagnóstico correto.

Qual o tratamento?

O tratamento irá depender do problema encontrado. No caso de a situação não apresentar uma solução, seja cirúrgica seja através de medicamentos ou mudanças nos hábitos de vida, é possível recorrer a métodos artificiais de reprodução.

Possui uma dúvida concreta sobre Infertilidade? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Infertilidade

Passado um ano de exposição à chance de gravidez, sem uso de método contraceptivo eficaz, caracterizamos o casal como infértil. A partir de então, iniciamos a pesquisa de eventuais causas através de exames .Em casais onde a mulher está acima dos 35 anos esta pesquisa é antecipada após 6 meses de tentativas. Ao redor de15-20% dos casais , não encontramos causa justificável . O tratamento de algumas condições pode permitir a gestação natural, porém alguns casais terão que recorrer a tratamentos de Reprodução Assistida , para atingir o objetivo. Os fatores idade materna e o tempo de infertilidade são os mais importantes na tomada de decisão quando escolhemos o tipo de tratamento para o casal.
Dr. Fabio Biaggioni Lopes
Dr. Fabio Biaggioni Lopes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São José dos Campos

O desejo reprodutivo do casal deve ser tratado de forma responsável com informações claras sobre seu real potencial e qual tratamento será mais efetivo. Para que seja alcançado o objetivo gestacional o profissional especialista deve ter sua formação consolidada nas técnicas mais avançadas além de contar com métodos diagnósticos precisos, experiência ultrassonografica (realizado no próprio consultório) e laboratórios de excelência.
Dr. André Bonafé Sotelo
Dr. André Bonafé Sotelo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Antes de citarmos as possíveis causas desse problema, é importante entender o que realmente é. Isto devido a frequente confusão que ocorre entre os termos infertilidade e esterilidade masculina. Afinal, são dois conceitos diferentes. A Infertilidade está geralmente relacionada a qualidade do espermatozóides. Logo, com um tratamento pode ter uma melhoria que gere o resultado desejado: a fertilização do óvulo. Entretanto, a esterilidade é quando não há possibilidade de fecundação. Dessa forma, pode até não existir tratamento para reverter essa questão que é definitiva. A consulta com urologista será de grande importância para identificar e tratar as causas de infertilidade.
Dr. Danilo Gurgel do Amaral Pinheiro
Dr. Danilo Gurgel do Amaral Pinheiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

Fortaleza

Pode-se considerar que um casal é infértil após 1 ano de tentativas de engravidar sem sucesso. Para mulheres com mais de 36 anos o período passa a ser de 6 meses.As causas são muitas, há tanto fatores masculinos quanto femininos, e devem ser devidamente elucidados para definição do tratamento e prognóstico. Quando um casal chega a clínica e o diagnóstico de infertilidade é definido, além de uma cuidadosa entrevista e exame físico, solicito ao casal alguns exames que são necessários para encontrar a causa da mesma. O tratamento é individualizado de acordo com os achados nos exames, pois um tratamento que é indicado para um casal pode não ser o ideal para o outro com infertilidade.
Dra. Carla Iaconelli
Dra. Carla Iaconelli Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Infertilidade por definição é a dificuldade do casal em obter a gestação...O período que aguardamos para iniciar a investigação depende muito da idade da mulher e dos antecedentes do casal. Uma boa anamnese é indispensável para a correta indicação dos exames necessários para a investigação do casal infértil. Na nossa clínica fazemos desde o o simples estímulo ovariano para o coito programado, inseminação artificial até a fertlização in vitro que traz excelentes taxas de gravidez.
Dr. Gustavo Comodo
Dr. Gustavo Comodo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Infertilidade?

Nossos especialistas responderam 64 perguntas sobre Infertilidade.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Após 12 meses de tentativa de engravidar sem sucesso, você precisa procurar um especialista em medicina reprodutiva para avaliar o que está realmente acontecendo com vocês. A infertilidade é do casal, e deve ser investigada em ambos. O diagnóstico de ovários micropolicistícos pode ser a única causa e então pode ser tentado o tratamento clínico. Se mais alguma coisa estiver interferindo, vai depender do que for encontrado nos exames de ambos para ser proposto o tratamento mais adequado. A decisão de como tratar deve ser do casal, após todas as opções serem colocadas pelo médico. Faça sua consulta quanto antes, pois o tempo vai passando e o tratamento pode ficar mais difícil.

  • 69
  • 8
  • 20
Dr. Silvio Halpern Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

O melhor é você tentar. Nada como engravidar espontaneamente. Se você tem menos de 35 anos e em 1 ano não engravidar você precisa de ajuda. Se tiver 35 anos ou mais o intervalo deve ser de 6 meses. É claro que estou supondo que você faz seus exames v ginecológicos de rotina anualmente.

  • 69
  • 8
  • 20
Dr. Silvio Halpern Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Olá. Sempre siga as orientações da sua médica. Com certeza ela está fazendo o melhor por você. Quem precisa de tratamento é o paciente e não o exame do Papanicolaou. Se você não tem queixas e o seu exame físico é normal, concordo com a sua médica em não realizar qualquer tratamento. Essas alterações presentes no Papanicolaou são alterações encontradas na flora da vagina e não afetam a sua fertilidade. A sua avaliação clínica através das sua história clínica, suas queixas e seu exame físico é fundamental para o diagnóstico e tratamento corretos. Converse com a sua médica. Esclareça suas dúvidas.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 6078
  • 2470
  • 4899
Dr. Heitor Leandro Paiva Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Ribeirão Preto

Olá. A amenorréia secundária (ausência de menstruação em mulher que menstruava anteriormente) pode ter várias causas que vão desde a presença da gravidez a alterações hormonais e anatômicas do aparelho reprodutor feminino. É necessário iniciar uma investigação e, a princípio, sem examiná-la ou ver resultados dos seus exames, os sintomas sugestivos podem estar relacionados, por exemplo, a um eventual hipotireoidismo (funcionamento alterado da glândula tireóide) que causaria os sintomas relatados e a amenorréia também. Em diagnosticando este tipo de alteração, o tratamento resolveria os sintomas e a ausência de menstruação. É importante que procure se consultar com o ginecologista, inclusive porque a amenorréia secundária (quando patológica) pode trazer algumas complicações metabólicas e uterinas.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 18
  • 13
  • 9
Dra. Fernanda Maranhão Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Recife

Ver as 64 perguntas sobre Infertilidade