Comportamentos de risco - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - comportamentos de risco

Priscila Costa Mendonça

Priscila Costa Mendonça

Psicólogo

São Paulo

Jéssica Andressa

Jéssica Andressa

Psicólogo

São Paulo

Marlis Burgos

Marlis Burgos

Psicólogo

Curitiba

Caroline de Araújo

Caroline de Araújo

Psicólogo

Balneário Camboriú

Daiana Flores

Daiana Flores

Psicólogo

Chapecó

Ana Paula Gomes Brito

Ana Paula Gomes Brito

Psicólogo

Fortaleza

Perguntas sobre Comportamentos de risco

Nossos especialistas responderam a 25 perguntas sobre Comportamentos de risco

Se ele sente esses sintomas é necessário avaliação com cardiologista para investigação, não é normal.
Além disso, é importante que ele não fique sem tomar as medicações aos sábados e domingos.…
1 respostas


Olá. Nunca inicie ou troque uma medicação anticoncepcional sem a ajuda do seu médico. Nem todas as mulheres podem usar qualquer anticoncepcional. Essas medicações podem estar associadas a eventos…
1 respostas


Olá. Nunca inicie ou troque uma medicação anticoncepcional sem a ajuda do seu médico. Nem todas as mulheres podem usar qualquer anticoncepcional. Essas medicações podem estar associadas a eventos…
2 respostas

Especialistas falam sobre Comportamentos de risco

Todo comportamento que causa dano físico imediato, ou a longo prazo, pode ser considerado comportamento de risco. O abuso de álcool e drogas ilícitas ou não, práticas sexuais sem proteção, ou perigosa de alguma forma, comportamento agressivo, automutilação, entre outros, podem ser considerados comportamento de risco. É necessário identificar a causa e tratamento do comportamento, com auxilio do acompanhamento psicológico, pois tais manifestações afetam a integridade física e emocional do paciente, assim como daqueles que estão a sua volta.

Michely Freitas

Psicanalista, Psicólogo

Rio de Janeiro


Em saúde mental, comportamentos de risco são comportamentos que colocam em risco a própria saúde e vida ou de pessoas próximas. São considerados comportamentos de risco, automutilação, uso abusivo de álcool ou outras drogas, comportamento agressivo (causando inclusive problemas com a polícia ou com a Lei), praticas sexuais sem proteção, tentativas de suicídio. Quando estes comportamentos são decorrência de um sofrimento mental é necessário acolher e cuidar dessa pessoa, a fim de diminuir seu sofrimento e ajudá-la a superar suas dificuldades sem se envolver em situações que comprometam a própria integridade física e emocional.

Clarice Lopes Gentilli

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo


São considerados de risco os comportamentos que podem ter efeitos adversos sobre o desenvolvimento físico e psíquico do individuo que o pratica. Estes comportamentos podem então causar dano físico imediato ou efeitos danosos mais discretos e silenciosos. Estes comportamentos são comuns em adolescentes e jovens adultos e muitas vezes são considerados "típicos" a faixa etária, encarados com certa banalidade, como comportamento sexual de risco, abuso de substancias, envolvimentos em brigas, entre outros. É importante se atentar a estas manifestações que se tornam quase que endêmicas, afinal não afetam somente quem produz o comportamento, mas todos que estão ao redor, como o caso do suicídio.

Mariana Pavani

Psicanalista, Psicólogo

Campinas


Comportamento de risco se classifica como toda ação que coloca em algum grau a vida do sujeito em risco, tanto no quesito fisico quanto psicológico. Muitas vezes essas ações podem começar como um caráter exploratório, assim como por influência do meio.

O comportamento de risco, são hábitos, desenvolvidos de maneira consciente ou inconsciente que expõem o funcionário ou pessoas a situações de perigo. Dessa forma, condutas imprudentes podem levar a acidentes no exercício da profissão ou da vida. Para empresas pode trazer sérios prejuízos como processos trabalhistas e ou afastamento de funcionários. Psicologo pode ajudar com palestras motivacionais e terapia de grupo. O sujeito que se expoēm a risco tenta busca algo? Mas o que ? Por quê ? A terapia pode ajudar a entender.

Eduardo Coutinho Lopes

Psicólogo, Psicanalista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Comportamentos de risco?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.