Conflitos de relacionamento - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em conflitos de relacionamento

Encontre um especialista em Conflitos de relacionamento na sua cidade:
Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Ana Larissa Marques Perissini

Ana Larissa Marques Perissini

Psicólogo, Sexólogo

São José do Rio Preto

Andressa Mara Netto

Andressa Mara Netto

Psicólogo

Cristiany Moura Oliveira Lisita

Cristiany Moura Oliveira Lisita

Psicólogo

Goiânia

Ana Amélia de S. Pereira Piske

Ana Amélia de S. Pereira Piske

Psicólogo

Vitória

Rozei Maria Alves dos Santos

Rozei Maria Alves dos Santos

Psicólogo

Rio de Janeiro

Perguntas sobre Conflitos de relacionamento

Nossos especialistas responderam a 1 perguntas sobre Conflitos de relacionamento

Olá! primeiramente acho importante sua percepção sobre estes relacionamentos, e principalmente, sobre o que você observa que esta se repetindo neles. Mudar nossas formas de se relacionar é sempre…
10 respostas

Especialistas falam sobre Conflitos de relacionamento

Conflitos de relacionamento são comuns e muitas vezes a ajuda de um profissional se faz necessária. Como terapeuta que sou há mais de 25 anos, procuro sempre ouvir as duas partes, pontuar de forma clara e respeitosa o erros que estão cometendo e reeduco-os em como devem agir nessas situações estressantes e causadoras de conflitos. Sempre faço o casal pensar sobre seus comportamentos e as suas consequências para que os dois juntos possam decidir sobre o futuro de seu relacionamento.

Dínerson Fiuza

Psicólogo, Sexólogo

São Paulo

Agendar uma visita

Conflitos com o fim do casamento, ou qualquer conflito desta ordem, construção e reconstrução da auto-estima.

Daniela Sarmento

Psicólogo

Rio de Janeiro


Qual a primeira palavra que vem a sua cabeça quando mencionamos o tema conflitos? Muitos de meus pacientes sempre têm uma resposta pronta para esta pergunta: brigas, desentendimento, ou ainda… mágoas, rompimento e separação. A verdade é que a função do conflito não é gerar esse tipo de comportamento ou sentimento, mas sim fazer com que o casal chegue a um denominador comum a respeito de alguma situação e construa sua própria identidade.O acompanhamento psicológico auxilia a entender que os conflitos podem ajudar no crescimento pessoal e do casal; ajuda a melhorar a sensação de perda. Não há certo ou errado, o que existe é um conflito que necessita ser resolvido.

É específico para tratar de Conflitos de Relacionamento em Empresas Familiares via mentorias in company - através de um processo de Diagnóstico e Intervenção no total de 20 sessões. O objetivo é tratar os conflitos familiares que são a causa das brigas que levam à falência 65% das empresas de gestão familiar: De 100 empresas que abrem, 90 são constituídas por empreendimentos familiares e 65% quebram por brigas entre os sócios e não por problemas do mercado ou do negócio.

Maria Beatriz Rossatti

Terapeuta complementar

Ribeirão Preto


Interações sociais podem ser fontes de prazer e satisfação se você se sente/é hábil e confiante. Porém, podem significar uma ameaça, fazendo com que pessoas com dificuldades interpessoais se isolem e evitem contatos sociais. Os conflitos de relacionamento podem acontecer em qualquer relação (entre pais e filhos, namorados, amigos, chefes, colegas de trabalho) e para resolvê-los/amenizá-los é necessário o desenvolvimento de habilidades sociais, como habilidades de comunicação,empatia e expressão de sentimentos. De maneira geral, a terapia comportamental contribui para que o cliente aprenda comportamentos para lidar com tais conflitos de relacionamento.

Vanessa Santiago Ximenes

Psicólogo

Londrina


Podemos perceber com a análise que nossos relacionamentos atuais são, em muitos casos, projeções de nossas relações lá atrás com nossos pais. Conseguindo entender essa relação pai-filho(a), mãe-filho(a), poderemos entender muito de nosso presente. Trabalhar com conflitos nos relacionamentos é entender cada história desse sujeito, entender sua individualidade e sua dinâmica familiar ao mesmo tempo.

Niliane Maria De Brito Alves

Psicólogo

Salvador


Os conflitos no relacionamento podem ocorrer por inúmeras razões: Eu, particularmente creio que, de maneira geral elas ocorrem quando desenvolve-se expectativas irreais e exigentes, produzindo alto grau de desapontamento e frustração, que dão origem a um margens de emoções negativas que contribuem para um ciclo vicioso de perturbação. A proposta está na promoção de mudanças de crenças de avaliação entre os parceiros sobre eventos disfuncionais, a fim de promover a busca do retorno do equilíbrio estruturado na sua forma original, porém focalizando nas mudanças pessoais, familiares, ambientais, e distorcivos que possam ocorrer no decorrer do tempo.

A maioria dos conflitos nos relacionamentos amorosos tem alguma ligação com a bagagem que cada um traz de sua família de origem, ainda que a princípio isso possa não ser tão claro assim para um casal.Essas ideias ou crenças podem se enraizar e refletir em nosso comportamento ao longo de toda a nossa vida e assim reproduzirmos em nossas relações. A grande questão a ser trabalhada é o quanto focamos as energias tentando fazer com que o outro mude seu comportamento sem antes compreender as motivações que o levam a se comportar de determinada forma, assim como compreender também as minhas motivações e toda a bagagem afetiva e padrões de relação que cada um traz de suas vivências familiares.

Conflitos são comuns em qualquer tipo de relacionamento, seja namoro, noivado, casamento, com os sogros, com os filhos, com os pais, com colegas de trabalho, chefias, dentro das instituições religiosas e sociais, enfim, as pessoas que mais temos proximidade são as que provavelmente teremos algum conflito. A forma como atuo envolve o autoconhecimento e o conhecimento do outro, por meio da avaliçao de perfil comportamental. Esse é um instrumento que ajuda a ambos entenderem os motivos pelos quais o outro age como age e as melhores formas de acessar as vias de comunicação que o outro entende melhor. Desenvolvemos a comunicação assertiva em conjunto ou individualmente.

Conflitos de relacionamento, na maioria das vezes, são vistos como brigas, desentendimentos, rupturas. No entanto, esses são apenas comportamentos que surgem pela dificuldade de se lidar com conflitos: as pessoas acabam não conversando sobre o que lhes incomoda ou conversando de maneira agressiva, dando "alfinetadas", com ou sem perceber (geralmente quem fala não percebe como agressivo). A forma de se comunicar é a chave do sucesso para lidar com conflitos de maneira adequada e a comunicação é uma habilidade que requer treino intensivo.

Sandra Mara Comper

Psicólogo

Porto Alegre


A relação entre duas os mais pessoas pode ser bastante difícil e gerar conflitos, angustias e até adoecimento se não for bem trabalhada. Muitas vezes expectativas diferentes, dificuldades de comunicação, de expressar os sentimentos de maneira correta ou mesmo a falta de tempo pode gerar muitos problemas. Relacionamentos amorosos, familiares, e de trabalho mal resolvidos, desgastados diariamente podem ser um grande problema. O tratamento psicológico pode te ajudar a entender melhor essas relações, o que voce espera delas e como melhorar e diminuir o sofrimento! Procure ajuda de um psicólogo, estou a disposição.

Mayra Kruse De Morais

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo

Agendar uma visita

Relacionamentos nem sempre são fáceis, principalmente porque são pelo menos duas pessoas com pensamentos. idéias e criações diferentes, tentando chegar em um consenso para ter uma boa convivência. Muitas vezes, insistimos no relacionamento com a esperança de que um dia conseguiremos modificar o comportamento do outro. É importante se perguntar: "se ele (a) nunca mudar, eu conseguirei conviver com isto?" Quando um cliente chega na terapia com esta demanda o primeiro passo é buscar o autoconhecimento. Considerando que cada ser é único, não existe uma "receita" para "curar" conflitos. Nesta busca pelo autoconhecimento, encontramos maneiras de lidar com determinados comportamentos do Outro.

A dificuldade de comunicação é atribuída por grande parte dos casais que se queixam de insatisfação conjugal, isso ocorre devido à dificuldade de falar sobre os conflitos de forma clara e objetiva, impossibilitando que estes sejam resolvidos. A falta de habilidades de comunicação pode agravar ou dificultar a resolução de problemas diários, gerando acumulo de insatisfações. Estudos mostram que a diferença entre os casais que se consideram felizes em suas relações e os casais que não estão satisfeitos não está na ausência de conflitos, mas nas ferramentas que os pares possuem para resolve-los. A Psicoterapia tem o objetivo de ampliar as ferramentas para resolução de conflitos.

O conflito surge quando há a necessidade de escolha entre algumas situações que podem ser consideradas incompatíveis. Todas as situações de conflito são incompatíveis e perturbaram a ação ou a tomada de decisão por parte da pessoa ou de grupos.

Melissa Costa

Psicólogo

Chapecó


Relacionar-se não é tarefa fácil.Como seres sociais, conviver com pessoas é uma necessidade comum a todo ser humano e importante para manutenção da nossa saúde mental. Porém, alguns tipos de convivência podem ser tão desgastantes, que pensar em desistir daquele contato, pode vir a ser a única solução para não mais se sentir incompreendido. No entanto, se verificamos quais os sentimentos (inferioridade, incompreensão, rejeição, etc) estão atrelados a essa relação, e como interveem no contato com esse outro, impedindo a expressão de uma fala sem influencia de sentimentos negativos, podemos então, traçar alternativas para alcançar o objetivo pretendido, na associação do pensar, sentir e agir.

Ivile Reis De Mendonça Uchôa

Psicólogo, Terapeuta complementar

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

As dificuldades de relacionamento podem incluir diversos setores da vida, seja a família, amizades, ambiente de trabalho e até relacionamentos amorosos. Muitas vezes, nos vemos incapacitados de mudar a realidade conflituosa de uma relação por não saber como agir ou reagir àquela situação e pessoa. Por estarmos afetivamente envolvidos, torna-se difícil enxergar as origens e soluções do conflito. As psicoterapias podem auxiliar nesse sentido propondo reflexões profundas sobre as causas dos conflitos e planejando intervenções e mudanças de postura diante daquela realidade.

Rafael Di Matteo

Psicólogo

São Paulo


Grande parte dos conflitos ocorre por falta de comunicação o que nos leva a um ponto muito relevante: interpretações, valores, significados e "obviedades", ou seja, ao avaliar demandas com esse tipo de problema busco a reflexão de que o que é óbvio para um pode não ser para o outro, principalmente quando temos questões relacionadas a religião, papeis sociais e de gênero, preconceitos, tabus... No processo terapêutico trabalhamos as habilidades de empatia, comunicação, dentre outras que são essenciais em qualquer contexto. E ainda a importância do autoconhecimento para compreendermos melhor as nossas escolhas e decisões.

Luisa Miranda

Psicólogo, Sexólogo

Brasília


Problemas de relacionamentos são muito comuns em nosso dia-a-dia. Constantemente nos deparamos com situações conflituosas, seja no ambiente familiar entre marido e mulher, pais e filhos, irmãos, namorados. Seja no ambiente profissional, com o chefe ou colegas de trabalhos. Seja no ambiente informal entre amigos e até mesmo com pessoas desconhecidas. Para superarmos momentos de conflitos de relacionamentos e também mantermos relacionamentos estáveis e saudáveis, é necessário primeiro se conhecer. Conhecer seus limites, seus desejos, seus pontos fortes e fracos. Saber o que quer e o que gosta. A partir daí consegue-se entender e aceitar o outro, ou os outros. A psicoterapia ajuda neste sentido.

Sylbene Bento

Psicólogo, Terapeuta complementar

Goiânia

Agendar uma visita

Observando que a maioria dos conflitos acontecem por causa de uma comunicação ineficaz, apresentamos através da Programação Neurolinguística uma nova forma de comunicação, onde as pessoas tomam consciência e identificam o que precisam mudar para evitar ou resolver questões em seus relacionamentos.

Vivianne Mota Sales

Psicólogo, Terapeuta complementar

Fortaleza


Em conflitos de relacionamento, o primeiro passo é saber de cada um individualmente se deseja continuar na relação, em caso positivo descobrir onde os problemas estão e achar soluções. A solução nunca está no diálogo e sim na mudança de comportamento. No caso de apenas um frequentar a psicologia também não tem problemas, os resultados aparecerão com a mudança de comportamento.

Os problemas de relacionamento podem se dar em diversos âmbitos de nossas vidas: amoroso, familiar, social.A terapia pode proporcionar fortalecimento interno e ferramentas para lidar com esses conflitos, seja qual for o âmbito. Gostaria de destacar os conflitos de cunho amoroso. Esses conflitos envolvem problemas em manter um relacionamento amoroso, relacionamentos tóxicos, abusivos, simbióticos, dificuldades para aceitação e superação de términos, questões relacionadas a amor-próprio e etc.

Ter convívio social, com os outros hoje em dia, esta cada vez mais complicado, pois cada ser humano e constituído de uma maneira, tendo sua individualidade, sua religião, sua opinião sobre assuntos polêmicos, e ate mesmo no conflito familiar cada ser humano reage de uma forma única. Na Abordagem da Gestalt Terapia, o paciente e levado a refletir, se o problema que ele trás para o consultório, se ele pode vir a modificar isso? quais os sintomas são sentidos quando há esses conflitos?, e como fazer para tentar melhorar isso.

Tatiana Cristina

Psicólogo

São Bernardo do Campo


Importante identificar as dificuldades de ambos os parceiros e as projeções de sombra que se faz de forma inconsciente. Trabalho com testes projetivos e os sonhos trazidos pelos paciente. Os sonhos não mentem ...

As bases de um relacionamento conjugal saudável estão relacionadas a intimidade, entrega apaixonada dos parceiros, investimento afetivo e desejo sexual, que contribuem na qualidade de vida, felicidade e bem-estar do casal. Se uma dessas bases encontra-se abalada, os parceiros podem enfrentar dificuldades e adversidades no cotidiano da vida conjugal gerando um grande mal estar. A psicoterapia pode colaborar na elaboração desses conflitos e no fortalecimento dos aspectos positivos ainda existentes nessa relação.

Natália Bom Pessoni

Psicólogo

São Caetano do Sul

Agendar uma visita

As pessoas são diferentes e têm pontos de vistas diferentes. Isso, muitas vezes não fica claro, e as pessoas começam a brigar porque querem que as coisas sejam sempre do seu jeito. Os casais vão ficando distantes, brigas com amigos e parentes começam a ser frequentes. Mas, vou te contar. Há uma saída para isso, existe um jeito de viver com mais leveza e alegria nos relacionamentos. Muito do que você vive hoje é fruto do que você aprendeu e você pode mudar isso é viver mais feliz.

Petra Rosa

Psicólogo

São José dos Campos

Agendar uma visita

A melhor via para o desenvolvimento pessoal são os relacionamentos de toda ordem. Contudo, existe alguns obstáculos para que esses encontros sejam benéficos, pacíficos e significativos. E esses obstáculos são impostos não só pelo outro, mas principalmente por você. Os motivos para isso podemos descobrir em terapia. Pode ser autossabotagem, pode serem medos diversos, pode ter raízes na infância, ou ainda, ser resposta para se proteger de relacionamentos abusivos vividos anteriormente. Você pode se tornar um profissional com grande habilidade interpessoal, fazer bons amigos, formar um par amoroso construindo uma relação madura e terna. Permita-se ressignificar suas relações.

Durante atendimento psicoterapêutico mediante algumas técnicas psicológicas utilizadas, foi possível verificar a melhora na qualidade de vida dos pacientes.

Os conflitos no relacionamento, seja ele entre o casal, o irmão, a mãe, o pai ou quem quer que sejam, acontecem pela falta de compreensão das motivações do outro, uma pequena falta de empatia pode gerar conflitos perigosos. Dialogar é a tarefa primordial recomendada na sessão psicoterápica, frente ao psicólogo é hora de expor seus sentimentos, suas raivas, decepções e angústias.

Sandro Alex Da Costa Silva

Psicólogo

João Pessoa


Relacionamentos sem conflitos é algo inexistente, por isso se torna essencial aprendermos a manejar estes momentos da melhor forma e visando satisfação para ambas partes. No trabalho com casais é foco o estudo e posterior desenvolvimento de atitudes e comportamentos que facilitam a convivência, auxiliado a lidar com as diferenças.

Todos relacionamentos amorosos e familiares são delicados, pois nem sempre tudo caminha conforme o esperado: é comum que as relações passem por altos e baixos, enfrentando momentos de crise parecem não ter fim. Isso porque um relacionamento envolve diferenças de personalidade, interesses, expectativas e formas de expressão.

Estabelecer relações saudáveis é o grande desafio do dia a dia, seja no trabalho, no namoro, no casamento, como pais e filhos. No entanto,carregamos comportamentos, hábitos, palavras, formação gestos do passado, que muitas vezes de forma anulativa, negativa interferem no outro, que contesta , rejeita, ignora não respeita, não compreende. Estabelece a partir dai o conflito que precisa ser discutido, compartilhado vivido, mas que muitas vezes são mascarados, violados , formando relações superficiais e enganosas. Entender esses processos, sair de relações escravizadoras, separar o que é seu e o que é do outro, requer decisão, responsabilidade e muitas vezes ajuda psicológica.

Rosangela Braga

Psicólogo

São José dos Campos


A través da terapia você poderá expor situações e queixas das quais você está passando e não sabe como lidar. E posso propor uma terapia de casal, caso existir essa possibilidade ou a terapia individual. Através do seu relato vou te auxiliar no que desejar e aos poucos fazer com que você se sinta mais segura em como agir em determinadas situações. Sempre respeitando aquilo que você considerar ideal para a sua relação.

Um relacionamento amoroso tem seus encantos e prazeres , porém por tratar do enlaçamento afetivo de duas pessoas cujos interesses sao diversos, em algum momento essa relação pode passar por conflitos e nem sempre um dos cônjuges ou os dois conseguem perceber o que está gerando o aparecimento de tais questões, podendo comprometer o andamento da relação sendo possivel chegar a um rompimento. Os conflitos no relacionamento geralmente estão relacionados aos problemas de comunicação , expectativas frustratas, descumprimentos de acordos, falta de respeito etc Realizo atendimento a um dos cônjuges, sendo trabalhadas as queixas e dificuldades no relacionamento, fazendo uso do método psicanalítico.

Olá querido paciente, está cada vez mais desafiador relacionar-se com outro ser humano devido a complexidade da vida e a multiplicidade de formas e opiniões de ver e viver a vida. As vezes, embora amemos muito uma pessoa, conviver com ela torna-se um problema devido a tantos conflitos que terminam por causar muito sofrimento. Esta dificuldade pode acontecer em diversas áreas e tipos de relacionamentos ( pais e filhos, conjugal, fraternal, empresarial e outros). A Psicologia e outras ferramentas pode te auxiliar a rever todas as causas dos conflitos e te proporcionar alternativas para a resolução dos mesmos. A paz e a tranquilidade são dois objetivos muito importante num viver saudável.

Dra. Judah Linhares

Psicólogo

Hortolândia


Sabemos que somos singulares! Vamos buscar no diálogo, fazendo empatia a aceitação e entendimento das dificuldades de cada um e que cada um tem uma historia e é produto dela.

Quais profissionais tratam Conflitos de relacionamento?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.