Transtornos mentais - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em transtornos mentais

Encontre um especialista em Transtornos Mentais na sua cidade:
Jéssica Guimarães

Jéssica Guimarães

Psicólogo

Salvador

Fernanda Tolomei

Fernanda Tolomei

Psicólogo

Rio de Janeiro

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Luis Falivene Roberto Alves

Luis Falivene Roberto Alves

Psiquiatra

Campinas

Ana Larissa Marques Perissini

Ana Larissa Marques Perissini

Psicólogo

São José do Rio Preto

Tiago Lenz De Brum

Tiago Lenz De Brum

Psiquiatra

Concórdia

Perguntas sobre Transtornos mentais

Nossos especialistas responderam a 18 perguntas sobre Transtornos mentais

Dr. William Dunningham
Dr. William Dunningham
Psiquiatra
Salvador
Sim. Trata-se de um quadro psicótico grave que altera o juízo de realidade dos pacientes acometidos por esse transtorno. Alguns desses doentes podem ficar agressivos e cometer crimes mas não…
3 respostas

 Mariana Santana
Mariana Santana
Psicanalista, Psicólogo
Taubaté
O mutismo seletivo pode ser associado à ansiedade, transtorno de comunicação, depressão nervosa ou a um trauma psicológico.
Você deve procurar uma equipe multidisciplinar, com um psicólogo…
6 respostas

É preciso avaliar o paciente para fazer diagnóstico diferencial com transtornos de ansiedade e de somatização.
6 respostas

Especialistas falam sobre Transtornos Mentais

O tratamento dos Transtornos Mentais começa com a anamnese (a história do paciente) e o exame psíquico, que é fundamental. Nele, observamos o comportamento do paciente durante a consulta. Às vezes, exames laboratoriais e de imagem são necessários para complementar nossa avaliação. A partir desses elementos, temos acesso aos principais sinais e sintomas apresentados pelo paciente e podemos formular nossas hipóteses diagnósticas e propôr o tratamento mais adequado. É muito importante lembrar que o tratamento não é só medicação, mas também orientações ao paciente, mudanças de estilo de vida, encaminhamento a outros profissionais quando necessário (como psicólogo), etc.

São feitas investigações por meio de escuta diferenciada e acolhimento, para identificação do transtorno. As intervenções serão feitas de acordo com a demanda e, se considerado necessário, o trabalho em conjunto com outros profissionais como psiquiatras, neurologistas, entre outros, serão indicados, pois o objetivo é o bem estar e promoção da qualidade de vida do paciente. O sigilo psicoterapeuta/paciente é respeitado em todos os atendimentos.

Marcia Kelen Moscatelli

Psicólogo, Psicopedagogo

Sorocaba


A Psiquiatria é a especialidade médica que mais sofre estigma sociais devido aos grandes manicômios que vigoraram até a década de 1980, internações prolongadas e poucas opções terapêuticas nas décadas passadas. Hoje o Psiquiatra conta com um grande leque de medicações e intervenções neurobiológicas que lhe permite assegurar uma melhora dos sintomas psiquiátricos em curto a médio prazo, sob o pilar básico da anamnese e exame psíquico para o diagnóstico e conduta corretas. Ao omitir-se em ir ao Psiquiatra, consultando, por estigma, com Neurologista, Clínicos, Ginecologistas ou outros, o paciente pode piorar o prognóstico de seu transtorno mental.

Demétrius De Luna Lopes Benevides

Psiquiatra, Médico perito

São João del Rei


O transtorno de pânico, ou síndrome de pânico (ansiedade paroxística episódica) é uma doença que se caracteriza pela ocorrência repentina de ataques de pânico. Acontecem de forma inesperada e inexplicável. São crises de ansiedade aguda marcadas por muito medo e desespero. Associadas a sintomas físicos e emocionais aterrorizantes. Atingem sua intensidade máxima em até dez minutos. Durante o ataque de pânico, que geralmente tem curta duração, a pessoa experimenta a nítida sensação de que vai morrer, ou de que perdeu o controle sobre si mesma e vai enlouquecer.

Felipe Schardong

Psicólogo

Gravataí


Os transtornos mentais englobam uma série de alterações do funcionamento do cérebro, que podem afetar qualquer pessoa. Os transtornos mentais podem incluir desde quadros mais comuns como a ansiedade e os distúrbios alimentares, como mais graves, como a demência e a esquizofrenia. Os transtornos mentas interferem diretamente na capacidade de enfrentamento dos problemas cotidianos e de sentir prazer em viver, podendo ocasionar mais sofrimento psicológico do que muitas doenças físicas. Os transtornos mentais causam diversos graus de dificuldade para a pessoa conseguir seguir sua vida normalmente.

Os mais comuns: 1. Transtornos de Ansiedade 1.1. O Ataque de Pânico 1.2. Os Transtornos Fóbicos 1.2.1. A Fobia Social 1.2.2. Agorafobia 1.3. O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) 1.4. O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) 1.5. O Transtorno de Ansiedade Generalizada 2. O Transtorno de Humor 2.1. O Transtorno Bipolar 2.2. O Transtorno depressivo 3. Transtorno Alimentar 3.1. Anorexia Nervosa 3.2. Bulimia Nervosa 3.3. Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica 4. Transtornos Psicóticos 4.1. O Transtorno Delirante 4.2. Esquizofrenia 5. Os transtornos de personalidade 5.1. Transtorno Personalidade Borderline (TPB) 5.2. Transtorno de Personalidade Anti-Social (TPAS)

Quais profissionais tratam Transtornos mentais?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.